A nave do Cabo Espichel e as novas declarações da Mãe


Luís Aparício (LA) - A APO nunca teve um artigo com tantas leituras, já lá vão 14.428 leituras, mas as pessoas contestam que as profecias que estavam para acontecer no dia 6 e 7 de Junho 2009, não aconteceram. Porque é que não aconteceram?
Idalina Oliveira( I) - Se as pessoas lerem como deve ser, desde o inicio a Mãe tem dito que nós teríamos hipóteses de alterar as coisas, se tivéssemos fé, se enviássemos energias positivas, se orássemos, se acreditássemos (na Mãe). Seria possível que nós participássemos nessa mudança, para que não acontecesse o anunciado ou para que minorassem o efeito das coisas (desastres). Tanto quanto eu percebo, foi isso que nós fizemos, por isso não aconteceu ainda e retardou com certeza. Pelo menos deu tempo para as pessoas se consciencializarem, se treinarem; deu tempo para fazerem alguns preparativos. A maior parte delas não tinha a noção disso (da preparação para algumas catástrofes). Agora, as coisas têm-se vindo a modificar de novo e tu (Luís Aparício) recebeste uma mensagem da Mãe que te enviei (ver mensagem no fim com o titulo «Mensagem recebida da Idalina 19 Julho 2009»), quando a Mãe disse no princípio de Julho 2009, que tinha havido uma nova alteração dos acontecimentos. No dia 18 Julho 2009 Ela voltou a dizer que já tinha havido novas alterações e mais recentemente disse que das 12 horas de quarta-feira – 26 Julho 2009 até às 12 horas de quinta-feira, houve um grande desbloqueio de energias. Não sei o que quer dizer, «desbloqueio de energias». O que eu sei é que os meus telemóveis e internet (sem fios) estavam espectaculares, isto é, estavam a funcionar bem, (ultimamente a Idalina tinha fases em que não recebia sinal de rede).

LA Tens conhecimentos que outros grupos tenham trabalhado em prol da luz?
I Sim, eu acredito que as pessoas estejam a trabalhar e cada vez mais a trabalhar. Só que Ela (a Mãe) continua a chorar, Ela continua a aparecer, bem como o Filho (Jesus). A energia Dele quando aparece já é como a de alguém que está a consolar a Mãe, como alguém que se vê bastante impotente. Está mesmo a haver a mudança, está a fazer-se a passagem do Filho para a Mãe. A maior parte das pessoas não percebem isso. A Mãe pede para ser ajudada a Venezuela, porque o povo Venezuelano está a ser privado da liberdade de expressão e há muitos presos políticos. A Mãe pede para que as pessoas peçam à entidade que recentemente morreu chamada Corazon Aquino para que ela sirva de ligação entre o céu e a terra para livrar a Venezuela da ditadura lá instalada. Pede também para que as pessoas orem pedindo a sua intercessão junto da Mãe para que esta possa socorrer a Venezuela, porque o povo Venezuelano já foi muito atormentada.

LA Já alguma vez viste a energia do Filho e da Mãe?
I Tenho visto sempre que aparecem. Ás vezes vejo o Filho (Jesus), eu acho que é Jesus, chamo-lhe Jesus porque é assim que o reconheço , muitas vezes vi a Mãe. Agora tem aparecido a Mãe e o Filho juntos.

LA Quantos centímetros terá a Mãe?
I A Mãe terá cerca de 1,50 metros. O Filho é como se tivesse agachado, de cócoras, está a olhar para Ela debaixo para cima. É como se ela estivesse em cima de um banco.

LA Ela (a Mãe) quando aqui chega, (à sala onde estou a fazer a entrevista na Abóboda) fica no chão ou fica no ar?
I Ela (a Mãe) aparece como se estivesse em cima de um degrau ou banco, é como se ela não tivesse os pés no chão.

LA Consegues ver os pés dela?
I Ultimamente só vejo a cara. A figura da Mãe que aparece, aparentemente tem um véu, mas um pouco descaído. Quando eu perguntei porque é que Ela aparecia com a tez morena, ela disse-me que a Mãe é assim. As pessoas sempre gostaram de a por mais alva e de feições muito perfeitas, mas cada um vê-a como acha mais belo e o facto de ter aquele aparente “acne” na cara era para explicar que era jovem, como as miúdas de 18 anos. Era uma forma de a Mãe me mostrar que era jovem. Como ela aparece agora é com o véu, como tradicionalmente é representada, mas deixando ver o cabelo. Não consigo ver a Senhora toda, como por exemplo as mãos e os pés, umas vezes só A vejo até ao tronco e outras vejo apenas a cara, não de forma sempre clara, ás vezes aparece como se mostrasse mais um pouco mais do que uma silhueta. Bem visível só vejo sempre a cara e as expressões dela. A cor dos trajes, são azul prateado e acinzentado brilhante, parecem de platina ou prata cintilante, mas não é nenhuma cor específica.

LA Quanto ao Filho o que consegues ver?
I Ao Filho vejo também o rosto e até á cintura. Ultimamente vejo mais a cara do lado direito, quanto ao resto do corpo, na sua maioria das vejo um uma forma translucida. O Filho também traz uma espécie de véu ou manto, mas mais escuro.

LA Quando é que foi a ultima vez que Ele aqui apareceu?
I Foi no dia 18 de Julho 2009, cerca das 20 horas.

LA Antes desse acontecimento notaste algum acontecimento fora do normal aqui na sala?
I Não me lembro.

LA E depois?
I Depois nada, fica tudo normal. Ás vezes surgem simultâneamente cheiros intensos de perfume de rosas ou jasmim.

LA Ficou algum resíduo da luz aqui?
I Não me lembro, mas abriu-se-me um novo caminho ... que preciso perceber com maior clareza, pois continuarei a fazer o que Eles me indicarem ... (um novo rumo na vida da Idalina).

LA Qual foi a mensagem da Mãe, nesta ultima vez?
I Ela disse: “É inevitável, as coisas estão novamente a precipitar-se, está-se a avançar rápido, é imparável.” Parece que toda aquela energia que foi enviada em Abril, Maio e Junho de 2009 se está a desvanecer. Agora as pessoas foram-se esquecendo de novo. É assim que eu interpreto, não foi o que Ela mo disse, eu é que interpreto desta maneira. O Filho não disse nada, nada, nada ... é como se estivesse só a consola-la (à Mãe).

LA Já alguma vez recebeste alguma mensagem do Filho?
I Na primeira vez que Ele apareceu este ano (2009), foi por questões pessoais e de prepareção da minha pessoa para receber as mensagens que viriam com maior intensidade e frequência a partir dessa altura. Foi para me explicar as vidas da minha vida de agora. O que Ele me disse é que as várias fases da minha vida actual foram para eu relembrar e reaprender as minhas outras vidas passadas. Era como se estivesse a fazer um resumo do que me aconteceu nas várias vidas passadas. Nessa altura eu ainda não acrediatava em vidas passadas pois era, e ainda sou, muito ignorante e despreparada, daí não perceber muita coisa.

Disse-me e mostrou-me que esta vida actual, eram as diversas fases de outras encarnações, das várias etapas do percurso das almas, disse-me que eram resumos das várias outras vidas, até chegar a esta fase, antes dos 40 anos. Desta idade para a frente Ele disse que era uma nova vida, e que eu já havia aceite a tarefa, mas que precisava reafirmar com consciencia desta vida a missão a desenvolver! Isto tudo foi-me revelado a partir de Janeiro passado. Ela (a Mãe) disse-me que há mais coisas a aprender, tenho os próximos anos para aprender e ajudar quem quizer ouvir.

Depois da mensagem de dia 18 de Julho 2009, quando Eles os dois aqui apareceram e Ela disse que as coisas estavam a precipitar-se, que estavam a correr mais rápido, comecei a pensar «Mas porquê? O que é que aconteceu de diferente?». Eu deduzo que a humanidade que desde Abril a Junho tiveram fé e preocupação, lembraram-se do próximo, lembraram-se de preparar as suas coisas, lembraram-se de enviar as suas energias positivas, formaram grupos e correntes de oração. A partir de uma certa altura deixaram de fazer isso, então aquela energia positiva e de tão grande Luz que estava a ser distribuída para evitar, retardar e minorar as consequências derepente deixou de ser alimentada! É pena não é?! Agora de novo a catástrofe deixou de ser afastada pois diminuíram essas correntes de oração e esses envios de energia positiva e de repente o que está para vir já não tem barreiras de protecção crescente por isso começou a aproximar-se mais rápido.

LA É previsível alguma das profecias anteriores anunciadas como por exemplo a vinda de grandes maremotos?
I O que Ela tem sempre dito e que reafirmou nesta quarta-feira 26 Julho 2009, é que as coisas não mudaram, podem é ser menores ou mais retardadas no tempo, para dar mais tempo as mais pessoas se auto ajudarem se entre ajudarem. Ela (a Mãe) disse que vai acontecer e está para acontecer. É imparável e inevitável! Frisou também para prestarmos atenção aos animais!

LA As previsões para o paralelo 33 mantêm-se?
I Isso não perguntei, só perguntei se as coisas, que Ela tinha dito no início, se mantêm-se iguais e Ela (a Mãe) disse que sim. Depende de nós minorar e atrasar para que dê tempo para que aja mais gente a se salvar.

LA O que é que tens notado na presença Dela, os cheiros mantêm-se aqui em casa?
I Sim, há um cheiro que vem várias vezes, não sei o que quer dizer e que me parece identico aquele cheiro do Old Spice, e as imagens que sempre aparecem associadas são as das ondas altas e enrroladas do anúncio desse produto. O outro que tem aparecido agora, mas que não tem aparecido muitas vezes, é o cheiro a canela. Outros cheiros que aparecem muito frequentemente são, como já referi, os cheiros das flores jasmim e rosas, mas estes aparecem há já muito tempo. Quanto ao Old Spice tem sido muitas vezes, não é sempre mas vem de vez enquanto e muito forte. (ler nota final)


Em frente a esta mesa de metal com velas derretidas, a Idalina senta-se numa almofada no chão,
e lá recebe as informações da Mãe. (imagem tirada com um telemóvel Samsung D-880)


LA Quando eu há pouco perguntei se tinha aparecido algo antes da aparição da Mãe, foi porque é muito comum a vinda de anjos anunciadores. Viste algum?
I A única vez em que apareceu ao mesmo tempo que a Mãe, foi em 27 de Dezembro de 2005. Apareceu um anjo do lado esquerdo, a Mãe ao centro, e o Filho à direita, voltados para mim. Anjos sozinhos ou em grupo mas sem a Mãe nem o Filho já apareceram! Jesus também bem visivel e de corpo inteiro, caminhando e a olhar-me, també apareceu nessa altura pouco tempo depois já em 2006. Contudo nunca me vieram anunciar a vinda da Mãe, ao não ser como referi, em 27 de Dezembro de 2005. Nessa altura é que apareceram os três ao mesmo tempo. Ele (o arcanjo Gabriel) falou, falou, falou e eu não ouvi. Depois falou Jesus. Depois novamente voltou a falar o arcanjo. Só quando agora em Janeiro de 2009 Jesus voltou a aparece aqui, é que Ele me explicou exactamente aquilo que o arcanjo e Ele naquela altura de 27 de Dezembro de 2005 tinham vindo me explicar.

Era a explicarem-me a minha vida, com as suas diferentes fases, para prepararem este instrumento que eu sou, para o que virá. E nessa altura, Jesus trazia a missão de apresentar a Mãe ao Mundo. Vieram anunciar a Mãe como a nova energia que está já e virá a estar mais implementada para que se proceda á substituição das energias de Jesua pela da Mãe! O Filho precisa subir, e a Mãe tomará o conta da humanidade após o que está para vir! É o ciclo da Mãe agora de novo, pois o ciclo do Filho está mesmo a terminar. Não há um desaparecimento da energia do Filho, mas sim uma nova ordem na importância das energias que se derramaram sobre o planeta! Perguntas-me porque é que vieram ter comigo, mas eu não sei qual a razão nem o objectivo final. Só sei que tenho que servir de instrumento de comunicação entre Eles e nós humanos! Não sou diferente de ninguém, só talvez esteja com alguma energia mais propicia a que se faça a ligação mais fácil. Também referiram novamente que não sou a única pessoa a receber as mensagens pelo mundo fora.

Disseram que há mais gente a receber as mensagens ao mesmo tempo que eu, mas que cada pessoa recebe mensagens mais especificas para a região onde habitam! Por isso destinaram-me a receber algumas das mensagens para o Atlântico Sul e Mediterrâneo, incidindo mais especificamente nas zonas que referi na primeira entrevista. Esta mensagem mais detalhada foi terminada fazendo referência ligeira e mais global sobre a mensagem que terá sido revelada a outra ou outras pessoas sobre a região do Pacífico, e para contextualizar a situação da Argentina e concluir a Mãe aquela primeira grande revelação á Humanidade. Ela explicou-me que a situação catastrófica do Oceano Pacífico teria inicio na linha Russia/China/Japão e tinha a ver com terramotos e maremotosque aí se desencadeariam e se desenvolveriam para o Pacífico até á costa do Continente Americano.


A placa Africana começa a rachar-se


Posso dizer também que a imagem que a Mãe me mostrou e a sua simbologia é, como já referi anteriormente, uma luz branca dourada que, sai por dentro da manga; é a cruz/espada virada para o chão, (não sei se era espada se era cruz, eu vejo-a como as duas coisas numa só, mas virada para o chão); é o golfinho ao seu lado. São três rosas vermelhas na sua testa. Esta é a parte gráfica dela. Os números que me mostram sempre é o 4 e referem-se também ao 3+1=4, como sendo o novo número da energia divina; o 4 é o número da Mãe. Ainda salientam o numéro 8 como sendo o da energia da Mãe que substitui o número 7 que é o da energia de Jesus! O tom da pele dela é dourada/Mulata. A única vez que ela apareceu de roupa de jovem adolescente dos nossos dias, foi em Janeiro passado.

Uma coisa que eles me mostraram muito estranha foi uma espécie de tigre, tinha uma tira clara pintada na zona dos olhos sobre a pelagem castanha dourada. Não consegui compreender porque apareceu aquele animal que era algo entre o tigre e o leão e por cima da cabeça nascia uma árvore que parecia uma árvore isolada quase sem folhas, só com galhos, num descampado, tipo Alentejo ou savana Africana. Do meio dessa arvore, saia uma bola de luz dourada como se fosse um sol incandescente com muito brilho e sobre essa bola de luz aparecia uma figura como a que nós reconhecemos como sendo a dos anjos com umas asas, mas não era perfeito, era somente os contornos. Não era visível quem era e o que era, aparentava ser um ser a silhueta de um anjo com asas abertas. Eu não sei o que isso quer dizer, pode ser que alguém possa interpretar.


Zona onde a Idalina recebe as mensagens da Mãe.
(imagem tirada com um telemóvel Samsung D-880)

LA Isso aconteceu quando?
I
Eu sei que foi dias antes do eclipse solar 22 de Julho 2009, apareceu aqui na sala. O animal estava deitado. A árvore que saía da cabeça, tinha poucas folhas e parecia que se via para além dessas folhas onde estava a tal bola dourada com a silhueta do anjo. Dois dias depois vi um pequeno filme do eclipse e um deles foi feito na Tanzânia e a árvore e o sol do eclipse a aparecer, numa dessas imagens era precisamente aquilo que eu vi sobre a cabeça do tigre havia dois dias aqui em casa. Parece que novas perspectivas se abrem naquela região e deixará de ser tão sofrida ...

LA Nessa imagem o tigre estava com medo?
I O animal estava tranquilo estava a olhar, simplesmente como visitante que traz uma informação na cabeça.

LA Esta semana a Mãe disse alguma coisa?
I A Mãe disse que os espiritos de luz têm tido autorização para vir à Terra, porque há poucos e nunca são de mais. Eles precisam desses espiritos, mesmo que tenham subido recentemente, para virem ajudar a humanidade. Refere que houve e continua a desenrolar-se uma batalha no céu, entre várias forças. Frisou também para prestar atenção aos animais (na Madeira nunca foram tantas baleias e golfinhos e inclusivamente estão a desenvolver um grande turismo por causa dessa situação).

LA Enquanto estava a fazer esta entrevista, a Idalina conseguia ver uma aureola de luz no canto da sua sala, onde ela diz que a Mãe sempre a aparece, tenho que dizer claro que eu não vi nada, só a Idalina via, mas no ar perto do sofá em que eu me encontrava havia uma energia no ar, morna. Era algo difícil de descrever para quem não tenha sentido até agora energias, havia algo que se sentia na pele como se fosse uma vibração no ar, mas naquela zona da sala era morna, talvez a pudesse também descrever como aconchegante. Enquanto decorria a entrevista também de novo surgiu o cheiro a perfume de rosas muito muito intenso, para que o Luís Aparício pudesse confirmar a verassidade das palavras transmitidas pela Mãe á Idalina.


Auréola de energia multi-colorida que a Idalina
conseguia ver na sala, teria cerca de 40 cm de diâmetro.


LA Idalina a visão de naves sobre o mar acabou ou tens mais algum caso a relatar?
I No passado dia 19 de Julho de 2009, já depois das 00 horas vi um triângulo isósceles duplo sobre o mar, no céu, perto da zona do Cabo Espichel. Apareceu e desapareceu muito rapidamente. Continuo a ver de vez em quando as naves pirâmidais (desenho no artigo Mudanças para a nova era – Segunda entrevista – Renovada) sobre esta região por cima das casas e sobre o mar.

Continuo a ver as ondas gigantes a formar paredes de água imensas junto á costa. Continuo a ver a Mãe a chorar inconsolávelmente e o Filho a ampará-la. Continuam a dizer que muitos sabem de tudo isto especialmente quem comanda as diversas religiões e os governantes do mundo.


Estranha nave que a Idalina viu Cabo Espichel

Continuam a pedir que se recorra ao pedido de ajuda de Corazon Aquino para que esta interceda junto da Mãe para que na Venezuela, tanbém como aquando da revolução das Filipinas, não haja derramamento de sangue nem mais sofrimento para o povo Venezuelano. Desde modo também se impedirá a concretização da formação do “eixo do mal” que teria a Venezuela como um dos países principais, junto com mais cinco. Esta mensagem também já foi divulgada na última entrevista. Continua também a enviar mensagens para o povo Filipino. Entre outras, para que os Filipinos sejam com o povo Português a ligação com a Mãe nestas orações e envios de energia de amor e transmutadores para o mundo e de modo a minimizar o que aí vem inevitávelmente, para que o maior numero de pessoas se possam salvar.

Mensagem recebida da Idalina 19 Julho 2009

“Não sei a quem enviar as mensagens então desculpa se assusto mas preciso enviar para alguém que possa compreender. Aas coisas estão a chegar mais rápido de novo! A mãe chora olhando-nos dolorosamente. A Mãe olha e chora! O Filho está a seu lado amparando tamanha dor. A Mãe só olha e chora grossas lágrimas. O mar parece ter subido aqui com muito mais violência do que da última vez! Os animais estão agitados e estiveram a noite e o dia todo. Os animais mostram para ir para um local mais acima, mais seguro.

Os Homens não escutam! Os Homens esquecem depressa. As comunicações extinguir-se-ão. Os homens provocam que tudo aconteça e procuram a calamidade para que lhes sirva de maior proveito trazendo-lhes maior riqueza e poder, mas esses já estão perdidos. A Mãe mostra-se abalada! A Mãe chora pela maioria da humanidade que olha para o seu próprio umbigo de novo. A destruição será massiva.

A coisa aproxima-se! E de novo começou a ganhar força à menos de 24 horas a calamidade aproxima-se de novo muito rápido. A humanidade não está a orar o suficiente. A Mãe e o filho: o sistema quádruplo do 3 mais 1 pedem oração, envio de energias de amor e paz ao universo! A Mãe só quer proteger os seus filhos. Fiquem na verdade do amor transmutador incondicional.”

Nota:
Nas aparições marianas é muito comum o aparecimento de cheiros. Em 13 de Outubro de 1917, durante a visão do milagre do sol em Fátima foi sentido um intenso cheiro a rosas, igualmente na aparição da Fazenda da Malhada Nova isso aconteceu. Em quase todas as aparições marianas isso tem acontecido - diversos tipos de aromas. No caso da Santa da Ladeira na Meia-Via em Torres Novas, várias testemunhas declararam-me que a Maria da Conceição Ramos Horta falecida em 2003, quando orava exalava um cheiro quase celestial.

Luís Aparício

17 Agosto 2009