Autenticação

Faça o Login com os dados usados no forum.



(para ficar registado no portal, terá de se registar no forum da APO)

Desenhos da Carla

Procurar neste site - também no Google - coloque apovni + palavra a procurar

O Expresso de Uritorco PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 14
FracoBom 
artigos da APO - Intraterrenos
Escrito por Luís Aparício   
Terça, 30 Dezembro 2008 07:29
Este artigo baseia-se em diversas informações e experiências vividas por Guilhermo Aguero e Fernando S. Bañol, em Capilla del Monte, cidade argentina conhecida como a terra dos discos voadores e das cavernas misteriosas. Esta cidade com 8.000 habitantes, situada a 119 km de Córdoba (norte argentino) transformou-se num verdadeiro centro de peregrinação dos ovnilogistas argentinos devido a uma série de acontecimentos lá ocorridos.

Em primeiro lugar, deve-se destacar que ali viveram duas culturas indígenas altamente espiritualizadas, os Anabirões e os Comechingões, os quais realizavam procissões sagradas até a um local chamado por eles de Vale dos Espíritos. Ali, esses indígenas veneravam seus Deuses maiores, chamados Waitácon e Maya, o casal divino.

Capilha del Monte é uma cidade serrana e constitui a entrada norte para o corredor turístico do Valle de Punilla, está sediada perto do Cerro Uritorco, que com os seus 979 metros de altura se ergue como o ponto mais alto das Sierras Chicas.

Guilhermo comentou uma série de situações verificadas em Capilla del Monte.
Por exemplo, ele descobriu o "Expresso", que é um disco voador que passava diariamente às 9 horas da manhã sobre a Serra de Uritorco (bem próxima de Capilla del Monte). Um grupo de investigadores que estiveram no local, descreveram o seguinte:

"Diariamente o "Expresso" passava à nossa frente sempre num horário definido; podia-se ver os detalhes dessa nave, semelhante a um enorme charuto, com as suas múltiplas e coloridas escotilhas (janelas). Passava sobre nossas cabeças e desaparecia atrás de alguma montanha do Uritorco". Guilhermo comenta as suas interessantes expedições realizadas às grutas dos Comechingões e Anabirões:

"Lá dentro viam-se formas estranhas. Nos tectos dessas cavernas sagradas havia formas naturais muito semelhantes a naves cósmicas, totalmente perfeitas nas suas curvas arredondadas. Dizem que essas formas fazem parte do lado mágico da Mãe Natureza. Há também outras cavernas, não menos fantásticas, como as do Vale de Pitorco".

Exactamente nesse lugar, na Sierra Pajarillo, pousou um disco voador com nada menos que 100 metros de diâmetro em 1986. As queimaduras deixadas pelo pouso dessa nave cósmica perduram até hoje, apesar da vegetação começar a crescer somente nos últimos anos. Existe também um lugar chamado Los Terrones, cujas imagens encontradas em suas cavernas assemelham-se muitíssimo às encontradas no vale mexicano de Tepoztlán e no planalto peruano de Marcahuási.


A mancha queimada



No entanto, o que mais impressiona a todos os que visitam a região de Capilla del Monte é a legendária Cidade Subterrânea de Erks.

Guilhermo comentou que algo intrigante ocorreu quando ele e o seu grupo "esotérico" receberam apoio da Força Aérea argentina, por meio da sua base de Córdoba, chamada Escola de Aviação Militar. Receberam um dos mais bem equipados helicópteros para que pudessem dirigir os trabalhos de um operador de câmera.

"Voando sobre Los terrones”, algo insólito aconteceu. Quando foi iniciada a gravação do filme (com uma câmera U−Matic, altamente precisa), todos as máquinas de filmar entraram em "pane" geral. Depois, ao sairmos dessa área, todos o material voltou a funcionar. Após alguns dias, no estúdio de um amigo de Mendoza, verificou-se um fenómeno inacreditável nas partes da fita que foram gravadas (ou seja, antes e depois de passarem por Los Terrones). Todo o ambiente documentado no filme estava colorido com um tom lilás muito acentuado. Comprovou-se que tanto a fita quanto a câmera estavam em perfeitas condições. Os técnicos entrevistados detectaram um efeito electromagnético nunca visto antes".

Guilhermo afirmou também que até hoje eles indagam sobre o que teria ocorrido nesse ponto da viagem sobre Los Terrones. O operador de câmera e o militar que dirigia aquele fabuloso helicóptero nada notaram naqueles instantes. Não teria sido por acaso uma espécie de barreira de protecção que impede que curiosos e profanos penetrem nesses mistérios mágicos do Vale de Erks?

Essa é decididamente uma região mágica e muito estranha. Numa das vivências esotéricas de um grupo gnóstico daquela pequena e aconchegante cidade, Guilhermo e Fernando Bañol estavam em meditação deitados no solo e puderam comprovar o que todos os participantes desse grupo experienciavam constantemente.

Num dado instante, em silêncio absoluto durante essa meditação, todos os participantes começaram a ouvir sons de máquinas a trabalhar debaixo da terra. Que som teria sido esse? Capilla del Monte não possui indústrias ou mesmo máquinas de grande porte capazes de produzir sons que ecoem até grande distância. Teriam sido as máquinas da Cidade Subterrânea de Erks?

Segundo certas tradições esotéricas, naquela região existem cidades subterrâneas onde se misturam habitantes antiquíssimos do nosso mundo (atlantes e lemurianos) e seres extraterrestres. Ali serviria como uma espécie de aeroporto de naves extraterrestres, por isso são avistados constantemente OVNI´s, até mesmo por autoridades, como o bispo local, o presidente da Câmara, policias militares, médicos, engenheiros locais etc.


Ovnis em Uritorco



Além disso, existe uma "contactada" local, a qual afirma existirem na verdade três cidades intraterrenas, onde extraterrestres do tipo "cinzentos" (com cabeças grandes e de olhos gigantescos e negros) estão a realizar experiências com os habitantes de Capilla del Monte, Córdoba e regiões adjacentes.

Coincidência ou não, ali é uma das regiões onde mais nascem pessoas com deficiências e desequilíbrios nervosos e mentais de toda a Argentina, em relação ao número de habitantes. Será que está relacionada com o caso dos mundos intraterrenos e das suas cidades internas?

Fernando Jiménez del Oso, falecido há poucos anos foi o fundador e editor da Revista Enigmas em Espanha. Fez mais de 600 programas de televisão e falou em mais de 1000 programas de rádio. O caso de Uritorco foi também por ele tratado em nove vídeos presentes no Youtube. Eis o primeiro.

http://www.youtube.com/watch?v=f0aPpIY4eY8

http://www.youtube.com/watch?v=3vaYe3S7RBc

http://www.youtube.com/watch?v=cJikWXpN2SY

http://www.youtube.com/watch?v=13vJI1gpoJg

http://www.youtube.com/watch?v=V9Q_bknsKLQ

http://www.youtube.com/watch?v=-opJU-2L_gU

http://www.youtube.com/watch?v=-opJU-2L_gU

http://www.youtube.com/watch?v=BMMxpB48T-Y

http://www.youtube.com/watch?v=X2PBKlYGDuM

http://www.youtube.com/watch?v=iTlI3wXAy0A

atualizado em Sábado, 16 Julho 2011 18:45
 
VALID CSS
  |   VALID XHTML