Enxame de estrelas cintilantes em Oliveira de Azemeis PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 22
FracoBom 
artigos da APO - Casos Portugueses
Escrito por Luis Aparício   
Domingo, 28 Abril 2013 16:45

Patrício Cunha residente em Oliveira de Azeméis, funcionário publico, com a idade de 40 anos, Deslocava-se no dia 27 de abril a Santa Maria de Lamas (concelho de Santa Maria da Feira) com a sua filha mais velha quando, por volta das 23h00m ela lhe chamou a atenção para o exterior do carro para observar uma coisa estranhíssima no céu.

Relata-nos que pensou que estavam a brincar mas acabei por aceder a sair. Disse-nos que «a minha mãe que se encontrava no local também viu. Estava uma noite clara e sem nuvens e o local onde estávamos tinha pouca iluminação pelo que pudemos observar o fenómeno com bastante clareza. Vimos cerca de uma centena de objetos cintilantes que se deslocavam no sentido Norte/Sul a grande velocidade.

Não posso precisar a altitude dos mesmos mas se presumir que se encontravam a cerca de 7km de altitude, voavam a cerca de 10 vezes a velocidade de um avião comercial. Não é possível determinar a sua dimensão. Um dos objetos parecia maior (ou porque voasse a mais baixa altitude ou fosse, de facto, maior) e tinha mais luzes. Todos o designámos por “pássaro”.

Enxame de estrelas

Era um verdadeiro enxame de estrelas cintilantes. Enquanto observávamos o fenómeno, desciam a rua dois rapazes com cerca de 20/30 anos que inquiri e também se mostraram admirados com o que viram. Já vinham a acompanhar o fenómeno desde o topo da rua. Todos tentámos filmar ou fotografar mas sem sucesso. Possivelmente porque os telemóveis à noite não terão a resolução mais adequada…Desconheço se teria sido um fenómeno natural ou não.

Não era uma aurora boreal, não era uma “chuva de estrelas” e não era um meteorito a entrar na atmosfera. O que era, não sei e daí vos dar esta informação. Fiz uma breve alusão ao que vi no meu perfil do facebook para perceber quem mais testemunhou o fenómeno e para perceber se alguém teria explicação para o sucedido mas ao que parece, dos meus “amigos” ninguém mais assistiu.

Fiz uma pesquisa na net para verificar se existia alguma coisa semelhante mas apenas encontrei o seguinte link: http://www.youtube.com/watch?v=QDIF-ZwJbF0
A diferença em relação ao vídeo no youtube é que assisti a cerca de uma centena de objetos (e não apenas a meia dúzia como no vídeo) e nenhum assumiu uma forma atípica de voar. Todos seguiam na mesma direção a uma velocidade bastante rápida e cintilavam. Um deles parecia maior pelas razões que já referi.

As semelhanças com o vídeo são a velocidade e tamanho dos objetos. O fenómeno foi idêntico só que com proporções bem maiores. Todos os cinco que presenciamos o fenómeno reconhecemos ter sido a primeira vez na vida que assistimos a um fenómeno assim.

Será que foram detetados

Há vários aeroportos num raio de 30 km do local pelo que, caso não seja um fenómeno natural, vários radares o detetariam: aeroporto Francisco Sá Carneiro no Porto (civil); Base da NATO em Maceda (concelho de Ovar) e Base da Força Aérea portuguesa em São Jacinto (Aveiro).

Se tiverem uma qualquer explicação sobre o caráter natural, ou não, do que assisti, agradecia que me informassem, porque gostava que entender que tipo de tecnologia era aquela.
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

 
VALID CSS
  |   VALID XHTML