Autenticação

Faça o Login com os dados usados no forum.



(para ficar registado no portal, terá de se registar no forum da APO)

Desenhos da Carla

Procurar neste site - também no Google - coloque apovni + palavra a procurar

Ovni alaranjado em Lisboa no Diwali PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 31
FracoBom 
artigos da APO - Casos Portugueses
Escrito por Luís Aparício   
Sábado, 25 Outubro 2014 17:29

Eu, Maria Cruz, nascida em França, Dijon, a 07.11.1977 pelas 13h, moradora na Rua Sebastião Saraiva Lima em Lisboa, ADM de RH, de profissão Administrativa no dia 23 de Outubro de 2014, estava pelas 21:20 vendo televisão, na minha sala, acompanhada da minha cadela. De súbito vejo uma “lua cheia” em movimento. Vou à janela e constato que é uma esfera de luz forte alaranjada que se deslocava lentamente, sem oscilações.
Eram constantes, a forma, a velocidade, a rota, a altitude, a magnitude da luz ou outras que me lembre. Fiquei maravilhada pelo privilégio.

Quis obter confirmação visual por parte de terceiros e, adivinhando a rota, caso se mantivesse sem alterações, contactei telefonicamente uma amiga residente na Rua Maria, Anjos, em Lisboa – Susana Lúcio, de 37 anos, jornalista que confirmou, passados 40 segundos de estar a ver uma luz esférica laranja, contudo, dada a distância, questionou se não poderiam ser luzes de aeronaves.

Como indicado, não observei o comportamento do meu animal de companhia. Eu, da excitação, enchi-me de calor, tremores e respiração ofegante, agradecendo a experiência.

Em escala, a esfera teria 2cm de diâmetro, sensivelmente, e o rebordo, embora não mudasse de forma, parecia pouco nítido fazendo lembrar as ondas térmicas libertadas pelo alcatrão, em dias de elevadas temperaturas.

A esfera nunca se manteve imóvel. A velocidade era lenta, pareceu-me inferior às dos aviões comerciais. Cerca de 2 min depois, sem qualquer som também, surgiu, o que me pareceu, uma aeronave não comercial com 2 turbinas enormes, desproporcionadas, até, sem qualquer semelhança com o relato anterior, contudo, fora do vulgar.

O local é próximo do aeroporto da Portela, resido nesta casa desde abril de 2009, e estou acostumada ao tráfego aéreo bem como a fenómenos celestes, como estrelas cadentes, meteoritos, etc..

Por ser um 4º andar tenho boa visibilidade dos céus. Não registei o fenómeno em formato vídeo ou fotográfico.

Cumprimentos,

Maria Cristina Cruz

Nota:
Pedimos à Maria Cruz, para nos dizer a sua data de nascimento e o local de nascimento. Há uma teoria que tenta explicar os processos dos avistamentos e de abduções segundo algum padrão da astrologia.
Também outra teoria tenta compreender porquê alguns grupos sanguíneos têm mais apetência para os avistamento.
A APO não é versada nesses campos, mas nos futuros inquéritos vamos tentar lembrarmo-nos da inclusão desses dados.

Lembramos que se comemorava nesta quinta-feira o ultimo dia do natal hindu, Diwali o festival das luzes, celebrado por mais de mil milhões de pessoas em diversas partes da terra.

Luís Aparício

atualizado em Sábado, 25 Outubro 2014 17:53
 
VALID CSS
  |   VALID XHTML