Autenticação

Faça o Login com os dados usados no forum.



(para ficar registado no portal, terá de se registar no forum da APO)

Desenhos da Carla

Procurar neste site - também no Google - coloque apovni + palavra a procurar

Pirâmides em Mach 3 na Aroeira PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 7
FracoBom 
artigos da APO - Casos Portugueses
Escrito por Luís Aparício   
Terça, 26 Julho 2016 04:36

António Santos tem 45 anos e é engenheiro, no dia 23 julho 2016 às 23,38 horas, assistiu com a sua esposa Sara, a um fenómeno anómalo na Aroeira (Costa da Caparica). Durante um minuto percorreram no sentido norte/sul, cerca de 50 objetos (muitos) luminosos que se deslocavam a uma velocidade duas a três vezes à velocidade de um avião comercial – Mach 3.

Não estavam agrupados. Estavam todos na mesma linha, mas separados. Entre o primeiro e o último objeto havia um espaço intercalar de um minuto. Cada bola de luz possuía uma luz própria. Entre algumas dessas bolas de luz havia duas pirâmides triangulares.

Viajavam a 200 metros de altitude

Tinham uma luz intermitente não permanente de cor branca. Conseguiu tirar algumas fotos com um telemóvel Iphone. Quando vê as luzes parecem-lhe bolas de luz mas depois de analisadas as fotos aparecem pirâmides triangulares. Analisando as fotos podemos alvitrar que todas aquelas bolas serão pirâmides triangulares.

Nesta foto são vistas duas pirâmides

 

 

Nesta foto é bem notório uma pirâmide triangular

 

Nesta foto só são visiveis bolas de luz embora ainda se perceba a forma triangular

 

Esta massa de objetos viajava a cerca de 200 metros de altitude. Não emitiam qualquer som.

Também conseguiu perceber umas bolas de luz. Levantei a questão de esta nuvem de objetos serem balões led e o António Santos, diz que é engenheiro e conhece as leis da física e da matemática, portanto não encontra nenhuma correlação com objetos da nossa ciência. È impossível que esses objetos sejam feitos pelo homem.
Lembramos que a Aroeira é o corredor aéreo mais importante, para os aviões que vão para o aeroporto de Lisboa.

Outro avistamento idêntico em 2015

Em 27 junho 2015, cerca das 21,30 horas, na Aroeira, com a sua esposa, viu que de norte para sul uma autêntica nuvem com cerca de 60 objetos (muitos). Esse avistamento também foi percecionado por uma pessoa sua conhecida que estava em Cascais.
Neste avistamento de 2015 havia bolas de luz que piscavam nas bordas dessa massa de chapinhas em forma de nuvem. Viajavam a cerca de 200 metros de altitude, muito abaixo da rota que os aviões percorrem quando vão aterrar no aeroporto de Lisboa.


Avistamento de 27 junho 2015 - No centro havia chapinas ondulantes


Para o António Santos aquilo que já viu na sua vida, foi o avistamento do dia 23 julho 2016 e a nuvem de chapinhas de 27 junho 2016. Pensa que as naves que viu no dia 23 julho 2016, era um grupo que se dirigia para um local bem específico.

Luís Aparício

atualizado em Quarta, 27 Julho 2016 19:27
 
VALID CSS
  |   VALID XHTML