Autenticação

Faça o Login com os dados usados no forum.



(para ficar registado no portal, terá de se registar no forum da APO)

Desenhos da Carla

Procurar neste site - também no Google - coloque apovni + palavra a procurar

O universo a deslocar-se PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 0
FracoBom 
artigos da APO - Casos Portugueses
Escrito por Luís Aparício   
Domingo, 12 Agosto 2018 10:06

No dia 11 agosto 2018 a APO fez mais uma vigília ovni, desta vez no Núcleo de Interpretação da Duna Crismina por cima da Praia do Guincho em Cascais. Havia algum vento, o que nos desmotivou e várias pessoas foram-se embora cerca das 23,30 horas. Quando eram 23,50 horas só já eramos três e apareceu um casal que se dirigiu a nós e disse-nos «Vocês viram um mar de estrelas há pouco, aqui no céu». Nós os elementos da APO, não estávamos identificados e em posterior conversa com este casal, eles nem sabiam da nossa vigília naquele local.

Houve um erro da nossa parte, em lugar de estarmos com o céu totalmente à vista, desde as 22 horas estávamos nas mesas do núcleo e para maior desgraça havia um toldo por cima de nós. Será um erro a corrigir em futuras vigílias.

Neste casal, a esposa era Portuguesa e o marido falava Português mas notava-se que era de origem Francesa, depois viemos a saber chamar-se Gi, talvez seja Guy.

A esposa chama-se Sílvia Gorgueira, tem 58 anos e é funcionaria publica, vinham de carro e cerca das 23,30 horas, na estrada do Guincho junto ao restaurante Panorama do Guincho viram montes de luzes (sic), parecia muitas centenas estrelas que se estavam a deslocar no céu a alta velocidade, não era uma luz eram muitas centenas parecia que o universo estava a deslocar-se no céu a alta velocidade, nunca tinha visto algo semelhante.  Cada uma dessas luzes parecia que tinha a magnitude de Marte, sendo que este planeta, neste dia tinha a mgnitude de -2.8 portanto bastante elevada.

Pararam o carro e saíram e ficaram encostados ao carro a ver aquele espetáculo.

Essas luzes vinham de norte para sul com uma trajetória a baixa altitude e segundo a Dª Silvia Gorgueira essas luzes talvez tenham passado por cima do Núcleo de Interpretação Ambiental da Duna Crismina.

Para o Sr. Guy parecia uma esquadrilha de luzes e a sua passagem durou cerca de 1,5 minutos, deslocava-se a grande velocidade no céu. Também afirma que não acredita em ovnis e põe a hipótese que seriam drones a voar no céu, porque todos todas essas luzes piscavam enquanto se deslocavam a alta velocidade, não iam tão rápidos como uma estrela cadente, mas o seu movimento era muito rápido.
O Sr Guy diz que já viu algo similar, há vários anos, em Braço de Prata em Lisboa, eram centenas de luzes muito pequeninas que estavam a piscar no zénite.

Luís Aparício

atualizado em Domingo, 12 Agosto 2018 10:15
 
VALID CSS
  |   VALID XHTML