Agricultores vêm ovni em Apucarana (Brasil) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 0
FracoBom 
artigos da APO - Avistamentos
Escrito por Luís Aparício   
Sábado, 20 Maio 2006 17:01

As aparições de um possível objecto voador não Identificado (ovni), no bairro rural de Rio do Cerne, Município de Apucarana, estão gerando medo em moradores da região e atraindo a atenção de curiosos. O fato veio a público ontem, a partir de depoimentos dados por agricultores, que relataram um objecto de formato redondo e bastante luminoso, que se desloca em altíssima velocidade.

O caso mais conhecido na região é o da agricultora Maria Aparecida Bertoli, 35 anos, do Sítio São Bento. Ela admitiu ontem que havia decidido não revelar nada do que viu. "Depois que outras pessoas daqui também viram esse objecto luminoso e começaram a relatar tudo, resolvi então contar", diz ela.
A agricultora revela que passou por uma experiência assustadora no dia 1° de Fevereiro, pouco depois das 5 horas da manhã. Ela conta que levou seu esposo. César Manoel Bertoli, até o Rio do Cerne, para pegar um caminhão e depois, na volta, foi surpreendida por um objecto voador luminoso, que a seguia. "Esta coisa se aproximou com incrível velocidade e ficou a uma altura de cinco metros, praticamente bloqueando a passagem de meu carro", lembra Maria Aparecida Bertoli.
Ela diz que há alguns dias vinha observando uma luz estranha no céu, mas neste dia, o objecto de forma arredondada e bastante luminoso lhe deixou apavorada. "Parei o carro a uma distância segura e desliguei os faróis; e passados uns dez minutos tentei continuar, mas o objecto luminoso surgiu novamente, e desta vez bloqueou a passagem já no carreador do nosso sítio", lembra a agricultora.





Segundo ela, não havia como seguir em frente e resolveu se esconder embaixo de algumas grevilhas, com o carro desligado e os faróis apagados. "Como eu estava demorando pára retornar, meu filho veio procurar e também viu o objecto luminosos que imaginamos ser um
disco voador ou algo deste tipo", conta Maria Aparecida, acrescentando que, neste dia, seu sogro e sua sogra também observaram esta "coisa luminosa" no céu.
Apavorada com a experiência, a agricultora diz que não sai mais de casa à noite e muito menos de madrugada. "Fiquei receosa com isso e até não queria falar nada, temendo que fossem zombar de mim", conclui ela.
Outro que assistiu as evoluções do objecto, na mesma região, foi o agricultor Domingos Diório Neto, 45 anos. Ele disse ontem à Tribuna que depois de ouvir os relatos e os boatos resolveu conferir pessoalmente esta história.
Acompanhado de mais quatro amigos, ele ficou de "plantão", na madrugada de anteontem, na entrada do Sítio São Bento. "Ficamos embaixo de um grande pinheiro, a partir da meia noite e só conseguimos observar o objecto luminoso, por volta das 5 horas da madrugada",
conta Domingos.
De acordo com ele, o objecto surgiu em meio a nuvens e se movimentava de um lado para o outro, e apresentava um facho de luz que girava o tempo todo.
"Foram cerca de vinte minutos de evoluções que eu e meus amigos assistimos espantados", revela o agricultor Domingos Dório Neto.

Ufologos vão vistoriar área
A história narrada pela agricultora Maria Aparecida Bertoli e seu vizinho. Domingos Dório Neto, que tem uma propriedades na região do Rio do Cerne - próximo ao distrito de Correia de Freitas -, interessou a um grupo de ufólogos. Liderados por um médico de Londrina, eles pretendem visitar o Sítio São Bento neste fim de semana para tentar registrar Objectos Voadores Não Identificados (ovnis), com equipamento fotográfico e fumadora.
A Tribuna tentou ontem ouvir o ufólogo Carlos Alberto Machado, de Curitiba, que é mestre em educação, pedagogo e um dos mais renomados estudiosos do tema as não conseguiu contatá-lo.


Segundos indicam que 50 dos norte-americanos acreditam na existência dos ovnis. Essa proporção é grande também na América Latina e em quase toda Ásia, inclusive na China, sendo entretanto baixa em alguns países da Europa.
A mesma fonte relata que a grande maioria das pessoas acreditam em discos voadores e na existência de extraterrestres, oriundos de civilizações mais desenvolvidas. (MB)
Tribuna do Norte – Diário do Paraná 17 de Fevereiro 2006

O nosso muito obrigado ao Sr. António José dos Santos da localidade de Parigot de Souza em Apucarana que nos enviou este jornal.

atualizado em Terça, 12 Abril 2011 19:49
 
VALID CSS
  |   VALID XHTML