Batalha de ovnis no Canadá PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 2
FracoBom 
artigos da APO - Avistamentos
Escrito por Luís Aparício   
Terça, 28 Agosto 2007 21:25
Um dos acontecimentos mais extraordinários em relação ao fenómeno Ovni no Canadá, deu-se a 2 de Julho de 2007 na região de Kelowna na Columbia Britânica, onde numerosas testemunhas oculares em diferentes partes de Kelowa viram uma nave em forma de cilindro, com aquilo que se parecia com barbatanas e em fogo e que rasgou os céus e finalmente foi embater e mergulhar nas águas do Lago Okanagan da Columbia Britânica.

O som do seu embate foi incrivelmente alto como um profundo baixo e um som bum, bum, bum, ouviu-se assim que ele desceu.

O mesmo objecto veio depois a reaparecer onde tinha desaparecido no lago e depois elevou-se até ao céu onde ficou a pairar. Entretanto um outro objecto triangular ou em forma de cone ficou estacionado a curta distância do outro objecto cilíndrico.

O que ocorreu a seguir deixou estupefactas todas as testemunhas que tinham estado a observar o desenrolar do acontecimento. Os dois objectos começaram a reagir um contra o outro e a melhor descrição dada pelas testemunhas era como olhar para o traço de fogo das armas automáticas, dando a impressão que o dois Ovnis estavam a disparar um sobre o outro.

Após curto tempo desta batalha ouviu-se um grande estrondo e o artefacto em forma de cone desapareceu da vista das testemunhas em terra.

O objecto em forma de torpedo estava agora ainda a pairar no céu e começou a mover-se de um lado para o outro e depois ouvia-se um enorme som “boom” e desapareceu também.

Escusado será dizer, algumas testemunhas gritavam alto e outras caíam por terra, depois de verem um acontecimento tão pouco usual desenrolar-se na frente dos seus olhos.

Alguns outro acontecimentos deram-se não muito depois desta batalha de Ovnis. Um avião AWAC da Nato sobrevoou algumas vezes o aeroporto de Kelowna.

Quando o director de operações desse aeroporto, James Hall, foi contactado, confirmou que o avião da Nato que voou por cima do aeroporto, era realmente um Boeing modificado 707 AWAC. Também confirmou que não era do seu conhecimento as operações ou qualquer planos militares. Numerosos helicópteros desconhecidos foram vistos perto daquela área, mais do que o normal tráfego de helicópteros que se veria naquela área.

Também caças CF-18 foram filmados deixando o aeroporto de Kelowa mas não há uma correlação com a batalha dos ovnis por cima do Lago Okanagan. Devemos manter a mente aberta sobre a cadeia de acontecimentos e esperar por mais explicações para este caso.
Uma das testemunhas fez um desenho em computador representativo daquela batalha entre os ovnis.



http://www.americanchronicle.com/articles/viewArticle.asp?articleID=36243

http://www.ufobc.ca/History/1990/kelowna.htm

http://www.unexplained-mysteries.com/forum/index.php?showtopic=100289&mode=threaded&pid=1781328

http://www.newbranes.com/encounters/aliens-at-war-with-poachers/


Nota: No caso de Varginha, algo aconteceu de errado e leva a crer que terá havido uma certa agressão entre ovnis, tanto que um deles voava deitando fumo no dia anterior.

 

 



Centenas de pessoas, incluindo jornalistas e militares, prsesenciaram uma impressionante batalha aérea entre vários objectos voadores não identificados sobre uma base militar situada nas imediações de Serov, na Russia. Segundo o jornalista polaco Igos Wwroclawski que estava entre as testemunhas este episódio ocorreu em 11 de Maio de 2001. Várias das naves desconhecidas parecem ter sido atingidas na batalha, que durou cerca de 10 minutos.

A informação só veio a público em Setembro de 2001.

Os radares detectaram dois grupos de ovnis invadinho o espaço aéreo russo. Um grupo vinha de nordeste e o outro de leste. Foi dado alerta geral e a Força Aérea Russa, ficou em estado de alerta.
Em dado momento dezenas de objectos com forma discóide erma vistos no céu. Eram grandes e estavam aproximadamente a dois quilómetros de uma base aérea.

O que mais impressionou e assustou foi que os supostos discos voadores estavam guerreando entre si. Disparavam raios uns contra os outros. O ruído desses raios lembrava trovões muito fortes. Á medida que a batalha acontecia, as naves iam-se distanciando em direcção a sul, ate´desaparecerem da vista e dos radares.

Wroclawski garante que fotografou parte fdesta batalha, mas o material foi confiscado pelos militares. O governo Russo nega o episódio e não se falou mais no assunto.

Este artigo foi publicado há vários anos no ex site Ufogenesis.com.br.

Luís Aparício
atualizado em Terça, 12 Abril 2011 19:19
 
VALID CSS
  |   VALID XHTML