Astronautas abrem escotilha da nave de carga PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 0
FracoBom 
artigos da APO - Astronomia
Domingo, 29 Outubro 2006 18:53

O anúncio dos astronautas pôs fim a mais de 20 horas de tensão
EFE
MOSCOU - A escotilha da nave de carga russa Progress M-58 foi aberta nesta sexta-feira, o que significa o fim dos problemas que surgiram na quinta, durante a acoplagem à Estação Espacial Internacional (ISS), informaram fontes oficiais russas

MOSCOU - A escotilha da nave de carga russa Progress M-58 foi aberta nesta sexta-feira, o que significa o fim dos problemas que surgiram na quinta, durante a acoplagem à Estação Espacial Internacional (ISS), informaram fontes oficiais russas.

"Às 9h33 GMT (6h33 de Brasília), a tripulação ISS-14 recebeu a ordem de abrir as escotilhas da Progress M-58", disse um porta-voz do Centro de Controle de Vôos Espaciais (CCVE) da Rússia.

Cerca de 48 minutos depois, os astronautas da ISS informaram que tinham cumprido a ordem e entrado na nave, disse o porta-voz à agência Itar-Tass.

O anúncio dos astronautas pôs fim a mais de 20 horas de tensão, nas quais foram feitas duas tentativas de acoplar o cargueiro à estação espacial.

Inicialmente, o CCVE informou na quinta-feira que a Progress M-58 tinha se acoplado automaticamente à estação às 11h29 (em Brasília), mas minutos depois revelou que o engate tinha sido incompleto.

Horas mais tarde, em uma segunda tentativa, o CCVE informou novamente que o engate aconteceu, mas a informação de telemetria fornecida mais tarde revelou que ainda havia alguns problemas.

Segundo o CCVE, após o acoplamento, começa a fixação mecânica da nave à estação, mas os instrumentos que registram esse processo indicaram que a etapa não tinha sido concluída.

Finalmente, após analisar a informação dos instrumentos a bordo e comprovar o acoplamento completo, o CCVE ordenou que fosse igualada a pressão atmosférica entre o cargueiro e a ISS, para que pudesse ocorrer a abertura das escotilhas.

A Progress M-58 é a terceira nave de carga a ser enviada à estação orbital este ano e transporta 2,5 toneladas entre combustível, oxigênio, água e instrumentos para experimentos científicos, assim como alimentos, artigos pessoais e presentes para os tripulantes.




 
VALID CSS
  |   VALID XHTML