Autenticação

Faça o Login com os dados usados no forum.



(para ficar registado no portal, terá de se registar no forum da APO)

Desenhos da Carla

Procura

Próximo Encontro / Palestra da A.P.O

 

Local: Hotel Principe Lisboa
Morada: Avª Duque d' Ávila, 201 - Lisboa
Data: 4 outubro 2014 - sábado
Hora: 18:00 horas
ENTRADA LIVRE

Utilizadores no forum

Forum

We have 0 guests and 0 members online

    Portal

    We have 0 guests and 0 members online

      Tópicos activos

      Objecto faz zig zags em Souto Lafões PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
      Avaliação: / 22
      FracoBom 
      artigos da APO - Casos Portugueses
      Escrito por Luís Aparício   
      Terça, 24 Maio 2011 06:05

      Três testemunhas avistaram a evolução dum ovni durante vinte minutos. No sábado, dia 14 de Maio, pelas 22h15 em Souto Lafões, Filipe Dourado Gomes, com vinte cinco anos e estudante de engenharia de ambiente e os pais Jorge Manuel e Maria Helena presenciaram uma luz no céu, fazendo movimentos impossíveis para qualquer aeronave terrestre.

      Fernando Simões refere que às 22h15m foi à janela e avistou um objecto luminoso, sem luzes de presença como a dos aviões e helicópteros, o tamanho desse objecto seria parecido com o das estrelas. Basicamente esse objecto estava a percorrer uma trajectória, e subitamente mudou de trajectória obliquamente para trás...Entretanto esse objecto andava aos zig-zagues, tendo parado por vezes e também andado para trás.

      Quando de seguida, avançou rapidamente para frente, começando a andar outra vez aos zigue-zagues, mas a uma menor velocidade, e parava de vez em quando à medida que ia percorrendo o tal trajecto, ia sendo cada vez mais difícil a sua visualização. Desaparecendo à posteri.

      Fernando Simões percebeu que o centro dessas manobras era Souto Lafões, mas o objecto estava a uma altitude muito mais elevada do que os aviões comercias passam.

      O céu nocturno estava limpo estava limpo e não foi possível ver aviões passarem no céu para estabelecer uma comparação. Notava-se que era somente uma massa luminosa sem a possibilidade de se ver nenhumas janelas ou qualquer pontos menos brilhantes no ovni.

      A mãe Maria Helena o pai Jorge Manuel viram também que o objecto apresentava predominantemente uma luz branco azulada intensa e aleatoriamente iluminava-se de vermelho suave.

      O avistamento durou cerca de 20 minutos nesse espaço de tempo dei para perceber que não era uma estrela não podia fazer aqueles movimentos tinha que ser uma nave com capacidades de deslocação muito avançadas. No final verificou a testemunha que o objecto deslocava-se na direcção de Vouzela.

       

      Na foto de Satélite do local onde me encontrava, a seta corresponde à direcção para onde Filipe Gomes estava virado quando observava o fenómeno. Portanto, o desenho tem em conta essa mesma direcção.

       

      atualizado em Sábado, 16 Julho 2011 20:02
       
      VALID CSS
        |   VALID XHTML