Autenticação

Faça o Login com os dados usados no forum.



(para ficar registado no portal, terá de se registar no forum da APO)

Desenhos da Carla

Procurar neste site - também no Google - coloque apovni + palavra a procurar

Ovnis sobre os céus de Valpaços / Trás-os-Montes PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 3
FracoBom 
artigos da APO - Casos Portugueses
Escrito por Luís Aparício   
Quinta, 21 Agosto 2014 22:34

Esta é uma matéria muito sensível e todas as pessoas são livres de fazerem os seus juízos de valor e de opinião, contudo, e como observador atento e interessado, não posso deixar aqui de relatar o fenómeno avistado ontem à noite por mim e por alguns jovens - 14/08/2014 - nos céus de Valpaços.

“A noite, como tantas outras noites de verão, estava estrelada e tudo normal para esta época do ano. Eram cerca das vinte e duas horas e trinta minutos e, como de costume nestas noites de verão, estavam as crianças e jovens a jogar futebol no campo de futebol de salão, ao ar livre, no parque de lazer de Valpaços.

Eu também me encontrava lá com os jovens; a determinada altura olho para o céu e, para meu espanto, uma autêntica “chuva” de objetos luminosos coloridos estão a voar por cima do céu de Valpaços na direção Valpaços Mirandela e Valpaços Macedo de Cavaleiros.

Parecia uma autêntica “frota” de objetos luminosos voadores, no início, quando vi os primeiros a deslocarem-se pensei – “são aviões” – pois tinham luzes intermitentes que acendiam e apagavam mas chamou-me a atenção porque as luzes eram esverdeadas e também vermelhas e azuladas.

Alguns desses “objetos” voavam como aviões, na horizontal em rota fixa, mas o que me faz escrever este acontecimento foi a quantidade desses “objetos” que estavam a sobrevoar o céu, contei perto de trinta desses “objetos” que iam a grande velocidade e alguns deles voavam também em ziguezague em várias direções, parecia uma “chuva de estrelas” mas com luzes coloridas, como referi, que acendiam e apagavam como os aviões que vemos à noite, só que as luzes, como relatei antes, eram esverdeadas na sua grande maioria e também algumas vermelhas.

Os próprios jovens que estavam a jogar futebol, pararam de jogar quando um deles apontou para o céu e disse “Ui, que é aquilo no céu! Estamos a ser invadidos ou quê!”.

Estávamos todos a olhar para o céu a ver o fenómeno de luzes ou “objetos” a passar por cima de nós, eu já à alguns segundos que me estava a aperceber do acontecimento mas estava também à espera que outras pessoas dissessem algo e apontassem para o céu, e apontaram!

Apontaram de tal maneira que o jogo até parou durante uns segundos e ficamos todos a olhar para o céu até essas “luzes” desaparecerem no horizonte noturno, umas em ziguezague e outras em rota fixa nas direções que mencionei”.

Que fenómeno ocorreu no céu transmontano àquela hora, não sei ao certo, uma coisa sei: Foguetes não poderiam ser pois não havia som de foguetes a estoirar e as luzes “voavam” horizontalmente e com luzes intermitentes dentro das próprias luzes.

Balões luminosos também não acredito pois era tal a quantidade de luzes /objetos e voavam a tal velocidade e em várias direções descoordenadas que os balões luminosos ou das festas não podiam fazer isso.
Quanto mais não fosse, pela quantidade astronómica de luzes em simultâneo no céu.

Uma coisa eu sei, algo passou pelo céu transmontano ontem à noite em grande escala e deixo aqui este relato para que outras pessoas, caso tenham visto o fenómeno na noite de 14 de agosto de 2014, confirmem o acontecimento e relatem também o que viram.

 

Nuno Filipe da Silva Costa                         15/08/2014

Tem 43 anos e é professor, para além de ser também escritor e pintor, essencialmente de literatura infantil, tenho um dos seus livros infantis -  "O homem de papelão" - no PNL - Plano Nacional de Leitura e o seu pseudónimo artístico é Nuno Castelo.

atualizado em Segunda, 25 Agosto 2014 22:32
 
VALID CSS
  |   VALID XHTML