Fomos à procura de um caçador de OVNI's Versão para impressão
Avaliação: / 12
FracoBom 
artigos da APO - Noticias
Escrito por Luis Aparicio   
Sexta, 12 Julho 2013 08:43

Perguntámos a um caçador de objetos voadores não identificados e de aliens o que fez nesta segunda-feira, dia mundial do OVNI.

"Não me pude dedicar à associação [Portuguesa de Pesquisa OVNI] pois estou a trabalhar, afinal não se pode viver apenas da ovnilogia em Portugal", afirma Luís Aparício, vendedor de seguros *, que nas horas vagas preside a Associação Portuguesa de Pesquisa OVNI (APO). Reportagem no Correio da Manhã de 24 junho 2013

 

No dia em que se comemora o avistamento de OVNI's em Washington no ano de 1952, Luís Aparício confessa acreditar na existência de seres alienígenas que habitam o fundo do mar, na região do Guincho. "É uma região que nos fascina muito, pois já tivemos vários relatos de pessoas que viram luzes muito fortes surgirem daquelas águas".

 

Para o presidente da APO esse facto apenas não está provado porque "faltam apoios que nos permitam mergulhar em alto mar. A Marinha poderia fazê-lo".

 

A APO, segundo o presidente, também carece de associados, sendo que atualmente terá 13 pessoas a trabalhar diretamente em pesquisa. Para Aparício não é um facto relevante. "O importante é receber cada vez mais relatos de pessoas que avistaram OVNI's em Portugal".

 

Enquanto ao dia escolhido para calendarizar a efeméride, o vendedor de seguros* aponta que é pouco equalitário. "Não concordo com a escolha do dia, afinal de contas estão a americanizar o fenómeno do OVNI. Em Portugal ocorreram casos muito mais importantes".

                                       

Saiba mais sobre visitas de extraterrestres e outros acontecimentos espaciais com artigo: 'Extraterrestres aterraram nos EUA há 66 anos'

 

Talvez por isso Aparício tenha optado por ir trabalhar, preferindo guardar o seu tempo para a redação de quatro artigos, resultantes de pesquisas, e para a preparação da próxima conferência da APO.  "Vai acontecer no dia 6 de julho no Hotel Príncipe, em Lisboa, e é muito marcante para todos nós porque estamos prestes a comemorar dez anos de palestras e conferências, o que nos torna impares na área da ovnilogia em Portugal".

 

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/lazer/ciencia/tecnologia/fomos-a-procura-de-um-cacador-de-ovnis

 

* Embora ligado a essa área, não é essa a função.