Um gato na barriga Versão para impressão
Avaliação: / 1
FracoBom 
artigos da APO - Abduções
Escrito por Luis Aparicio   
Segunda, 05 Setembro 2005 22:15
ESTRANHA SENSAÇÃO / SERÁ NORMAL?

Tenho a sensação de ter sido ajudado na cura de uma doença grave que tive em criança... não me lembro muito bem...... talvez de seres escuros, altos e magros.... estar deitado numa mesa ao centro e eles em volta..... e apenas uma luz ou claridade por cima de mim.... nada mais.... nunca avistei ovnis nem presenciei qualquer fenómeno normal...
à talvez uns 20 anos atrás, em Gondomar, a minha irmã avistou um ovni que passou a poucos metros da janela de nossa casa, o qual era pequeno, circular, com muitas luzes, e que segundo parece fez muito barulho (eu dormia e não ouvi nada...).

No entanto, a minha outra irmã (que dormia junto com a que avistou) acordou com o barulho e foi incapaz (devido a medo) de ir à janela... só a outra o fez... . A minha mãe também acordou e foi para junto das mesmas que ficaram com medo.... No dia seguinte houve relatos de avistamentos....

A doença de que falei foi a ;meningite;: o médico terá dito à minha mãe que talvez não passasse daquela noite.... e que se isso não sucedesse, então ficaria afectado na visão ou na capacidade de aprendizagem... no entanto penso ser uma pessoa perfeitamente ;normal;.... (10/10 de visão em ambas as vistas e tenho formação académica....).



Em miúdo (6 anos...?) os meus pais relatam que eu desapareci por umas horas, que andaram à minha procura por todo o lado e que depois eu apareci a dormir numa determinada parte da casa (a que nós chamávamos ;varanda;) onde não tinham procurado.... associaram isso a sonambulismo (e foi um caso isolado...).



Algo que sucede esporadicamente (de longe a longe..) tanto a meu pai, como aos meus irmãos (somos 4, sendo 2 irmãs e 1 irmão) é a sensação má do por nós designado ;GATO;, que pode ser descrito da seguinte forma: de noite, na cama (sozinho ou acompanhado.... no caso do meu pai, pela minha mãe... a qual não se apercebia de nada; no meu caso, era sozinho, mas depois que casei a minha esposa também não se apercebeu de nada...), durante o sono, ou seja, a dormir, acontecia o seguinte: de repente... sem sabermos se estamos ainda a dormir ou já acordados..., ficámos conscientes de uma presença silenciosa.... rápida... ágil..., que mal nos apercebemos dela a chegar (no corredor ou à entrada do quarto...) e... acto imediato... já está em cima de nós.... entre a zona da barriga e o peito... temos sempre a sensação de estarmos de barriga para cima...., aquilo tem o peso equivalente ao de um gato (adulto, normal...).... ronrona como um gato.

Ficamos em pânico... perfeitamente conscientes do que está a acontecer, mas completamente impossibilitados de nos mexer, pedir ajuda ou falar.... apesar de fazermos um esforço tremendo a tentar.... é uma sensação de grande medo.....do sobrenatural.... com as repetições fui-me habituando... e vou controlando o fenómeno da seguinte forma: quando sucede (já é raro acontecer... a ultima vez foi à mais ou menos 5 anos atrás) rezo a avé-maria (não sou praticante...., e sei que talvez pareça rídiculo.... mas funciona.... pois passado algum tempo aquilo acaba por ir embora).



Em conversas lá em casa ninguém falava sobre isso e, em determinada altura falei do ;gato; e, afinal, todos eles conheciam a sensação descrevendo-a (sem que eu nada lhes dissesse) exactamente nos mesmos termos.
O meu pai (que não é nada religioso) não gosta que falemos sobre isso, diz que são ;SONHOS; /; PESADELOS;, e para rezarmos que aquilo vai embora.
Pergunto: É uma sensação ;normal; /; comum; em relação às restante pessoas?


E esta sensação, sem qualquer fundamento, de que fui recolhido e ajudado? nunca referi isto a ninguém... é a primeira vez que o faço, pois isto é anónimo... caso contrário iriam ;gozar; comigo... e dizer que ando a ver ;filmes a mais;.... não pretendo isso. De resto, como disse, não tenho nada para fundamentar que tenha sido ;intervencionado; ou ajudado;.
Acordo muitas vezes extenuado..., mais cansado do que quando me deitei (mas penso tratar-se de uma situação normal... comum...). Nos últimos dois anos andei com algumas dores musculares no braço esquerdo... que ainda não passaram completamente (alguma luxação... ou esforço... coisa normal...), mas apareceu-me uma cicatriz com cerca de 2 cm nesse braço (esquerdo), na frente e quase junto ao ombro, sem que eu tenha feito qualquer ferimento.

Eu sei que não tinha aquela cicatriz.... nem nunca tive qualquer ferimento naquela (ou noutras) zonas do corpo. Não dei grande importância... que podia fazer..? ela existe.... não sei bem a partir de quando.. mas certamente à poucos meses..... vou dizer o quê? que não tinha? chamam-me tolo....
Por favor: Não pretendo qualquer tipo de protagonismo, mas gostaria, se for possível, de obter da vossa parte um comentário ao atrás exposto.
Desde já, o meu muito obrigado.
wwwg

______________________________________________________________________

Porque o texto acima me pareceu de muito interesse e podemos deduzir que existe ajuda de outros seres a pessoas habitantes desta Terra, coloquei este texto, para que todos possamos beneficiar, também mandei o email abaixo ao remetente deste texto e a resposta que ele mandou vem mais abaixo
______________________________________________________________________



---------------------- MENSAGEM ORIGINAL ----------------------

Prezado wwwg

O seu texto que nos mandou é muito interessante, mas não vem assinado e com este nome wwwg, ninguém vai acreditar naquilo que vem escrito.

Agradeço que me contacte, para podermos falar.

Está aqui matéria muito interessante, mas tem de dar ao leitor um ar de maior creditibilidade.

Luís Aparício
______________________________________________________________________



Sr. Luís Aparício, agradeço a atenção dispensada.
O que vou dizer a seguir, eventualmente, será uma repetição do anteriormente enviado..., ou seja, logo pela manhã verifiquei a sua mensagem e elaborei um texto de resposta à mesma. Porém, não obtive comprovativo do envio, motivo pelo qual torno a enviar. O que disse, foi basicamente o seguinte:



1.º Quanto à credibilidade do nick utilizado: tenho consciência que o mesmo é pouco credível. Criei-o quando dei os primeiros passos na internet e correio electrónico (ainda hoje tenho alguma dificuldade na utilização dos mesmos...) e foi uma espécie de experiência, ou seja, apenas para verificar o funcionamento. É claro que tenho outro nick muito mais credível (composto por parte do meu nome), no entanto vou continuar a utilizar o "wwwg" para manter o anonimato. Não pretendo a publicação do texto... apenas gostaria de saber a vossa opinião sobre o relatado....;



2.º Aquilo que descrevi (e descrevi da melhor forma que consegui, penso mesmo que com bastante rigor...) é verídico a 100%. Trata-se de assunto sério, apesar de para mim não ser um fenómeno recente. Podem crer que a sensação do "GATO" é algo muito forte.... desesperante.... e "real".

É comum a meu pai, a mim e aos meus irmãos. Como disse, a sensação é exactamente igual à de um gato (4 a 5 Kg) que salta para cima de nós quando estamos a dormir na cama, o qual pressentimos momentos antes de saltar, que se coloca/instala em cima do peito (entre a parte superior do ventre e o peito) e que nos deixa completamente em pânico.... paralisados.... impossibilitados de nos mexer ou de falar/berrar... apesar de fazer-mos um esforço tremendo a tentar faze-lo.......... queremos ganhar coragem para olhar... mas não conseguimos.... estamos completamente conscientes... ou pelo menos pensamos estar... ou seja, já acordados... sabendo perfeitamente que temos os pais em casa que podemos chamar ... ou a esposa.... mas não conseguimos.... ou seja ficamos conscientes mas paralisados de medo.... a única coisa que consigo fazer é rezar "avé-marias".

Aquilo acaba por passar... na manhã seguinte lembro-me perfeitamente do acontecimento. Se tivesse gatos em casa ficaria convencido que tinha sido um a saltar para cima da cama (tal como descrito)... todavia nunca tive gatos. è uma sensação desesperante relativa à presença do sobrenatural.... no entanto nunca fez qualquer mal (para além de me deixar com medo e impossibilitado de reagir.....);



3.º Foi numa conversa à mesa de jantar, talvez a propósito de temas relativos ao sobrenatural (já não me lembro bem...), que eu sem pensar perguntei: - o "GATO" nunca vos saltou? o meu cunhado e a minha cunhada, nada disseram (aquilo não lhes dizia nada...), mas de repente a minha irmã mais nova (a que em miúda - 10/11 anos- viu o OVNI) começou a relatar tal e qual a sensação por mim vivida muitas vezes, ao que o meu irmão a ajudava com detalhes precisos, bem como pela minha irmã mais velha..... . Nunca tínhamos falado sobre isso (a situação impressionou um pouco os outros presentes..).

O meu pai que também estava à mesa disse que aquilo não era "GATO" nenhum. Que eram "sonhos maus" ou "pesadelos".... para rezar que aquilo ia embora... ao que eu respondi: "- eu sei... é assim que faço."



4.º É algo que não tem a haver com determinada habitação, pois isso já aconteceu em diferentes zonas do país, em diferentes imóveis (ao que sei,,, tanto comigo como com o meu irmão).



5.º A sensação de ter sido ajudado por outros seres não sei se é exclusiva da minha parte ou comum aos meus irmãos. Simplesmente nunca falei disso a ninguém. Faço-o aqui,,,, sem fundamentos... é uma vaga sensação... uma "lembrança" muito apagada... muito "enevoada".

E só o faço aqui... porque sou completamente anónimo e não tenho nada a perder. Se o fizesse com parentes ou pessoas amigas, sei que gozariam comigo e que cairia no ridículo... por isso não o faço.... mas principalmente, porque não tenho certeza de nada.. apenas uma estranha sensação e lembrança.... podem ser "sonhos" ou "filmes a mais"...).



6.º O QUE PRETENDO, se possível: o esclarecimento/comentário em relação ao descrito, ou seja: à outros casos descritos idênticos? é comum/normal? sim... porque à certas situações que são mais ou menos comuns às pessoas, apesar de estranhas, ou seja, por exemplo o "dé já vu"; a que se deverá a sensação comum do "GATO" ? a algum distúrbio/disfunção psicológica transmitida de forma hereditária e por isso comum a pai e filhos? SE FOR POSSÍVEL gostaria de obter resposta a este tipo de questões...



7.º Sei que o nick não é credível.... mas o assunto é sério.... por isso gostaria da manter esta forma de contacto e através deste nick (wwwg). Para já não pretendo contactos pessoais (pretendo, insisto, o completo anonimato);


8.º Todavia, posso dizer o seguinte:
- Nasci em Outubro de 1969, em Massarelos, Porto;
- Vivi sempre em Gondomar até 5 anos atrás, altura em que casei e fui residir para Valongo;
- Sou licenciado e funcionário público;
- O mais comum dos mortais (apenas com aquela sensação..."do gato"... que não sei se é exclusiva...)
- Postura sobre determinados temas: religião - são essencialmente todas iguais.... tenho a minha "fé" que é a de acreditar em algo superior a nós, que nos ultrapassa, e sobre o qual não conseguimos (não temos capacidade.. ) compreender.... mas que não tem nada a ver com as práticas religiosas existentes (seria melhor que as religiões criadas pelo Homem não existissem, pois devido às mesmas existe e sempre existiu muito ódio no mundo...).

Quanto a OVNIS: nunca vi nenhum. No entanto acredito na existência dos mesmos (até porque acredito na minha irmã que já viu....), até por uma questão de probabilidade, ou seja, sendo o universo imenso (de dimensão desconhecida...) seria muito improvável a existência de vida apenas neste planeta... Se me perguntarem: - gostarias de ver algum? concerteza.....; Relativamente a fenómenos descritos como "sobrenaturais": não acredito nisso, ou seja, em "bruxas"... no "céu" e no "inferno",, em "almas do outro mundo" ou coisa que o valha...; não acredito em "espíritos" nem em mesas "pé de galo". Quanto a isto... se me perguntarem se eu quero ter razões para acreditar: respondo que não.... (sou,,, penso eu... uma pessoa "normal").

Muito obrigado.
wwwg
P.S.: caso tenha recebido a 1.ª resposta por mim enviada... verificará que esta é praticamente igual... (não podia deixar de ser...)
atualizado em Sábado, 09 Abril 2011 15:05