Luz pousa no campo de milho em Cunha - correio dos leitores Versão para impressão
Avaliação: / 5
FracoBom 
artigos da APO - Casos Portugueses
Escrito por Luís Aparício   
Terça, 13 Agosto 2013 23:05

Cláudia Vieira, moradora em Cunha, Braga, Portugal, com a pofissão de auxiliar dos serviços gerais no dia 11 de Agosto de 2013 pelas 01:15 da manhã estava na varanda da sua casa quando olhou em direcção a um pinhal cerca de 1 km distancia viu uma luz azul a piscar sempre no mesmo ritmo.

Aquilo chamou-me a atenção porque estava a movimentar-se para a minha direita no meio do pinhal (pensei que seria uma bicicleta) mas de repente essa luz faz uma rota onde não há estrada / caminho e continuando a piscar de repente vem na minha direcção (fez um angulo reto) sobrevoando casas e campos.

Eu assustei-me com aquilo e corri para dentro de casa e chamei o meu marido e fomos a uma janela noutro local da casa e quando vi a luz já tinha virado à esquerda (novamente o angulo reto) e pousou no meio de um campo de milho e aí e luz apagou-se e desapareceu. O meu marido diz que poderia ser um laser mas os laser deixam um rasto coisa que não tinha.

Fiquei assustada porque nunca vi nada assim. As dimensões são difíceis de descrever mas seriam do tamanho de uma placa de transito da auto-estrada, sobrevoava a uma velocidade lenta, o que vi durou perto dos 2-3 minutos, parecia uma nuvem sem forma definida, e transparente com muita luz azul (um azul fluorescente de ecrã de computador) que piscava sempre com o mesmo ritmo, tinha luz própria e não projectou raios luminosos. O meu marido viu só um pouco. Só um objecto fez a seguinte trajectória

Não tinha aparência solida, não houve alteração nas cores nem na forma. A cor era azul e parecia que dentro era esbranquiçado, manteve sempre a mesma velocidade parecia uma nuvem e não ouvi qualquer ruido ou som e não soltou nenhum rasto. Sim o objecto desceu a colina, subiu em direcção a mim e voltou a descer para o campo. Sim havia animais. Aterrou no meio do milho e apagou-se. Fiquei com muito medo por mim e pela minha filha. to? Podem ajudar-me?

Obrigada

Claudia Vieira

atualizado em Sexta, 16 Agosto 2013 21:16