Agência espacial deve divulgar arquivo sobre ovnis

»Centro espacial francês cria comitê para estudar ovnis.
Congresso sobre ovnis reúne ufólogos no Equador.
Piloto aposentado vira caçador de ovnis em SP.
Jacques Arnould, uma autoridade do Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES), disse que a base de dados contava com cerca de 1,6 mil incidentes e que entraria no ar entre o final de janeiro e o começo de fevereiro. Segundo Arnould, o CNES reúne relatos e documentos há quase 30 anos.

“Com frequência, esses relatos são feitos à polícia, que costuma registrá-los como depoimentos oficiais, e são feitos também por pilotos de aviões comerciais”, disse Arnould, por telefone.

Em vista do sucesso de filmes sobre a vinda à Terra de seres espaciais como E.T. – o Extraterrestre, Contatos Imediatos do Terceiro Grau e Independence Day, o arquivo do CNES deve atrair um grande número de interessados. Esse banco de dados reúne cerca de seis mil relatos, muitos deles sobre um mesmo incidente, todos apresentados por pessoas comuns e por pilotos profissionais.

Avanços tecnológicos realizados nas últimas três décadas motivaram a decisão de colocar o arquivo na Internet, afirmou o membro do CNES, acrescentando que esse material deve ser disponibilizado, provavelmente, por meio do site da entidade, www.cnes.fr.

Reuters