Algo anormal em Rabat

Depois de tirar a foto, foi ver no ecrã da máquina como tinha ficado. Ficou atónita, o que era aquela enorme bola. A princípio pensaram que era defeito da máquina. Os outros casais tiraram algumas fotos e a eles também lhe aparecia aquela enorme bola.
Nenhuns dos presentes via nada, mas a tecnologia dos CCDs, captavam algo.


Na foto seguinte colocamos estete imenso objecto separado, aqui é ainda mais visivel a estrutura triângular.

Nesta foto tirada a um carro na rua aparece, uma outra bola mas em formato mais pequeno do que aquela que estava no céu.


Na bola que está por cima do prédio é notório uma estrutura em triângulos, parece toda ela feita nessas formas triangulares. Á volta dessa bola existe uns raios que faz lembrar as luzes que a fotografia Kirlian capta.

Nas outras fotos que fizeram, numa delas aparece o já nosso conhecido prana, muitas bolas estavam no ar.


Das declarações que a Anabela Caldevilha fez é de estranhar que esta senhora tenha tentado calibrar a máquina na rua, para poder fazer fotografias dentro do restaurante.

O que é que teria passado pela mente daquela senhora, para fazer aquele serviço, fora do restaurante, quando as luzes do interior do restaurante são diferentes do exterior, portanto não era ali o local certo para calibrar a máquina.

Será que ela inconscientemente viu algo ou foi estimulada por algo para fazer aquelas fotos na rua, quando o objectivo era dentro do restaurante. Não sabemos, mas ficamos a beneficiar de algo surpreendente, diremos melhor espectacular.
2006 01 08