Avistamento no Arco Cego

Movimentava em linha recta e o andamento era não muito devagar. Movia-se na direcção de sudeste.
O local do avistamento ocorreu no Bairro Arco do Cego, freguesia de São João de Deus, perto das traseiras do Instituto do Técnico, em sentido sudeste a uma velocidade não muito devagar e de forma muito fluída. A luz era vermelho forte, baça, e estava situada na barriga do corpo e à volta do objecto formava-se um halo da mesma cor. Deu para se aperceber que a luz cintilava no objecto quando a luz se reflectia nele. E não era como um espelho mas parecia metálico e a sua forma era oval.

Consegui observar o objecto por uns 4 segundos apenas. Não deu para ver mais porque os painéis da casa em frente taparam-me a visão. Demorei cerca de 3 minutos a chegar à rua onde tinha uma visão do céu mais ampla, mas o corpo já não avistável.

Nota:
Em conversas que já tive com o Simão este caso, poderei inclui-lo naquilo que chamamos o rebuçado. Pelas descrições que o Simão nos fez ele tem tido ao longo da sua vida inumeros contactos do tipo abdutivo e tem diversos medos como:
– Extraterrestres, sobretudo quando vejo aqueles olhos grandes pretos, quase sem boca e nariz, de corpos cinzentos;
– Sensação de pânico quando sonho com extraterrestres e com as suas naves;
– Antes tinha muito medo de dormir à noite pois tinha “assaltos” de entidades que não me deixavam dormir; actualmente já não me “chateiam” tanto, nem com a mesma intensidade.

Daqui concluo que este avistamento foi uma forma de lhe dar uma prova. Concluo por fim que este caso deverá ser inserido no conjunto dos sintomas das abduções

Luís Aparício