Bola Prateada Lisboa, em 2004/10/07 às 13.05 horas

Era uma bola branca, primeiro apareceu a cerca de 70 graus de declinação poente, vindo a descer lentamente e quando chegou a 45 graus tornou-se oval, vindo depois a tornar-se redonda e desaparecendo nos 30 graus. Á distância dum braço estendido tinha cerca de 3 cm de espessura e encontrava-se a uns 4 km de distância. Não produzia barulho, andava lentamente e a testemunha não sentiu quaisquer efeitos em si que a perturbassem.

Em 1, encontra-se quando foi visto pela primeira vez, em 2 foi a sua passagem para oval e em 3 volta a esfera e desaparece para poente.

De salientar que esta nova espécie de avistamentos, está a decorrer por todo o mundo. a um ritmo nunca visto e a sua divulgação dever-se ao facto das novas máquinas fotográficas terem CCDs, cada vez mais sensíveis. Silvio Guerrinha mandou-nos duas fotos feitas em Sines durante o dia, simplesmente disparando muitas vezes para o céu, depois analisou uma a uma e em mil pode aparecer uma.

Nos E.U.A. chamam-lhe Silver Orbs. A foto que apareceu no Correio da Manhã recentemente, perto duma barragem no Alentejo, também foi feita desta maneira.

Joanna, filha da nossa colaboradora Margarida Jacobson, também fez um filme desta maneira, simplesmente apontou para o céu e apanhou algo a movimentar-se que pela forma se parece com um ovni.

O site do Rense em 2004/10/10 publica uma foto tirada em Kaufman no Texas EUA, dum objecto muito similar a este que a Carla viu aqui em Lisboa.

Nesta caso da Carla, ela viu a olho nu, algo que até agora só é registado em imagens digitais.

Luis Aparício 2004/10/09