O Sol pulou na Praia das Maçãs

Dia 30 de Agosto 2009 – Domingo pelas 16 horas na Praia das Maças, oito andores com figuras religiosas cristãs, incluindo a Nossa Senhora da Praia, percorreram esta vila num desfile que terminou nas ondas do mar, onde foram homenageados com pétalas lançadas de avião. A cerimónia assinalou os 120 anos daquela povoação que começou por chamar-se Villa Nova da Praia das Maçãs. Muito povo esteve presente, bombeiros com as suas melhores fardas, a charanga a cavalo da GNR desfilou pomposa e uma banda de sopro animou a procissão. Perto do pôr-do-sol o mesmo mostrou sinais de agitação. Uma senhora presenciou algo que poderá ser considerado, dentro da vertente das aparições marianas. O sol pulou duas vezes.

 

Continuar a ler...

Repercussões das mudanças

O artigo mais lido no site da APO «Mudanças para a nova era» já com mais de 14.500 leituras desencadeou um furor de aplausos e criticas. Se por um lado não se cumpriram as profecias para a data mais provável, não deixou de ficar no ar uma pergunta. Será que neste ano de 2009/10 haverá algum acontecimento que irá abrir caminho para a grande mudança. Dois leitores mandaram-nos as suas opiniões.
– Vítor Malha e José Trindade falam das placas tectónicas que poderão sofrer alterações e o governo russo já está dando ordens para a aviação tenha cuidado com o Atlântico Sul?
– Maria Leonor de Coimbra recebe de outros mestres, avisos e considerações sobre o momento presente.
– Idalina Oliveira concedeu nova entrevista e novas revelações e conseguimos tirar duas fotos do local onde se senta e obtêm as mensagens.

Continuar a ler...

Mudanças para a nova era – Segunda entrevista – Renovada

Nesta segunda entrevista com a Idalina, analisamos, um grande avistamento de naves em forma de pirâmide, o efeito das orações na diluição de catástrofes. Também obtivemos mais pormenores sobre uma recente aparição dum ser de luz que deixou um anel dourado no tecto duma sala. Uma guerra química estará em preparação daí a necessidade desses países serem já admoestados.

Continuar a ler...

Transformações para o novo sol

Ângela M. Lourenço, de 44 anos de idade, funcionária numa empresa de prestação de serviços, casada e com dois filhos a viver em Palmela a 20 Km a sul de Lisboa, nunca teve qualquer relação com o fenómeno ovni, também nunca viu nada de anormal nos céus, mas depois de ler o artigo da «Mudanças para a nova era», começou a recordar-se de acontecimentos que lhe eram mostrados, logo após ter tirado um curso de Reiki.
Aquilo que lhe era mostrado necessitava de ser divulgado rapidamente. A Terra estava numa situação de mudanças eminentes.

Continuar a ler...

CHANGES FOR THE NEW ERA

” Idalina F. Oliveira contacted our organization to report her experiences. We can classify them as “Marian Apparitions”. However her major preoccupation and sense of citizenship are the messages that she has been receiving and which she says she must transmit. Noteworthy that she has accepted fulfilling what was requested from her, however she has encountered many obstacles to spread the message. Preoccupied with the scarcity of time to do such and the urgency of spreading “The Message”, she stated, “I am nothing, but I believe that you can pass around the message and images of the events that are being shown to me daily. These images are shown to her at any time either day or night and can happen in the near future. Portuguese version Mudanças para a nova era

Continuar a ler...

Cristo-Rei inaugurado com movimentações no sol

Comemora-se hoje o quinquagésimo aniversário da inauguração do Cristo Rei, localizado no outro lado do rio Tejo em frente a Lisboa. Foi em 17 de Maio de 1959, Américo Tomás, presidente da Republica Portuguesa chega atrasado à inauguração devido à dificuldade de abordagem do barco ao Porto Brandão. O cardeal patriarca e muito bispos assistem podem pela primeira vez celebrar as suas liturgias na mais imponente estátua religiosa em Portugal, são 110 metros de altura e foi erigida tostão a tostão, com as dádivas populares. Dizia-se que era para comemorar a não entrada dos Portugueses na segunda guerra mundial.
Lá alto, algo misterioso, uma mancha deslizava no céu sem que em terra se apercebessem da sua identidade, era possivelmente um carro dos Deuses, os mesmos carros que vêm embelezar o grande palco, que são as aparições marianas.

Continuar a ler...

Mudanças para a nova era

Idalina F Oliveira, contactou a APO para relatar as suas experiências. Podemos classifica-las como aparições marianas. Mas a sua maior preocupação e sentido de cidadania está nas mensagens que tem estado a receber e que deverá transmiti-las. Nota-se que aceitou cumprir o que lhe foi solicitado, mas que tem encontrado muitos entraves para o fazer.
Preocupada com a escassez do tempo e a urgência da divulgação, exclama «eu não sou nada, mas acho que vocês podem divulgar as imagens e mensagens dos acontecimentos, que me estão a ser mostrados diáriamente». Essas imagens, são lhe mostradas a qualquer hora do dia e da noite, e poder-se-ão passar num futuro bem próximo.
Versão em inglês CHANGES FOR THE NEW ERA

Continuar a ler...

Vidente de Portela do Vade relata visões e agruras

Maria da Conceição Oliveira Sousa a viver em Portela do Vade, entre Braga e Ponte da Barca, (350 Km a Norte de Lisboa), tem um carisma especial, diz já ter visto a Nossa Senhora quatro vezes. Ex. Professora primária, hoje divide as suas tarefas entre cuidar da filha deficiente e cuidar dos afazeres domésticos. Quando era pequena via passar umas sombras enigmáticas, que associava a algo misterioso. Com a idade de 10 anos, aconteceu-lhe que ficou num estado fora do normal e aí viu pela primeira vez uma entidade muito bela com cerca de 30 anos a que atribuiu ser a Nossa Senhora, seria portanto em 1957.

Continuar a ler...