Casos Classicos

O Seu Futuro

O que precisa saber para o seu futuro?. Por James Casbolt, ex-agente do MI6 – 4 de Julho, 2006. O que se segue parece ser completamente incrível, para outros, completamente inacreditável. Contudo não pode ser descartado tão facilmente. Primeiro que tudo o James teve enormes problemas para nos passar este artigo, um sinal que alguém não queria que este fosse demasiado exposto.

Relembrando o caso Ummo

No mês de Junho de 1965, um funcionário espanhol chamado Fernando Manzano recebeu um telefonema misterioso. Ele era um apaixonado por discos voadores, lera centenas de livros sobre este assunto e tinha ele próprio escrito alguns. Fundara, em 1954, uma associação de ovnilogia chamada de Sociedade dos Amigos do Espaço, pensando que a sua actividade não passaria despercebida e esperando que um dia viesse a ser contactado pelos extraterrestres. Ora esse dia chegou.
O desconhecido que lhe telefonou, que tinha uma forte pronuncia estrangeira, anunciou – lhe uma série de sílabas estranhas que pareciam não fazer sentido, mas que Fernando registou cuidadosamente por escrito. Falando – lhe então em espanhol, o desconhecido indicou – lhe que os dados que lhe acabara de fornecer eram de natureza extraterrestre e que eles os devia conservar cuidadosamente até que ele lhe dissesse o que devia fazer. Quando Fernando lhe propôs que se encontrassem, o desconhecido respondeu – lhe que isso não era de momento possível, mas que lhe iria escrever e telefonar de novo.
E com efeito, durante os meses seguintes, Fernando recebeu inúmeros documentos pelo correio e o seu novo amigo telefonou – lhe várias vezes.

CASO VILAS BOAS

CASO VILLAS BOAS
14 ANOS DEPOIS UMA REVELAÇÃO FANTÁSTICA…O caso que vou contar é o mais fantástico e, ao mesmo tempo, o mais convincente, entre todas as histórias de contactos directos com os tripulantes de “discos voadores” que investiguei pessoalmente.

Revelado o segredo da Barra da Tijuca

O caso do “disco voador” da Barra da Tijuca é, hoje, história do passado. Para mim, pessoalmente, êle teve o mérito de despertar a minha atenção para o enigma que continua a desafiar a Humanidade. De maio de 1952 para cá, tenho sistemàticamente levado a efeito uma investigação fria, racional e organizada no sentido de descobrir o que são êles, de onde vêm, como são propulsionados e que intuitos têm os seus possíveis tripulantes.

JK e o disco voador -Uma visão e versão mais detal

JK e o disco voador -Uma visão e versão mais detalhadas e inesperadas. JK e o episódio da Ilha da Trindade. Uma visão mais detalhada e inesperada. Durante o período de 1990 a 1993, após convite do Núcleo de Estudos de Fenômenos Paranormais, o qual se pretendia usar como abrigo provisório, para a criação de um Núcleo de Estudos Ufológicos, dentro do CEAM- Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da UnB- estive “abrigado” algumas vezes nos chamados apartamento de trânsito da UnB.

Aeronáutica confirma “chupa-chupa”

Anos depois, a Operação Prato ainda chama a atenção…Vinte e sete anos depois, aparições do “chupa-chupa” ainda representam tabu para os militares. Manifesto pede a Lula abertura de arquivos secretos sobre o caso.

Suposto contatado afirma que a Terra é um laboratório

Suposto contatado afirma que a Terra é um laboratório para vários povos espaciais. Sixto mostra recortes de jornais estrangeiros noticiando seus supostos contatos com Ets.
14/ 05/ 2003 – A passagem do suposto contatado peruano Sixto José Paz Wells por São Paulo – SP na semana passada repercutiu prontamente entre os internautas.

Delírio ou realidade

Madruga: delírio ou realidade?
O Caso da jornalista brasileira Alex Madruga é um dos ‘elos perdidos’ da Ufologia porque marca a transição entre duas eras. Por Cláudio Tsuyoshi SUENAGA

Entre humanos e humanoides

Entre humanos e humanóides (parte 2).  Sempre me achei uma raridade, relíquia mesmo. Alguma coisa que viria mudar a filosofia do mundo, partilhada com uma enorme ignorância de mim mesma. E quem são os meus “amigos”?
Por Analigia Santos FRANCISCO

Revendo o ‘Caso Francisco’

Tudo indica que o Sr. Francisco esteve exposto a alguma fonte eletromagnética e possivelmente tenha passado pela experiência de abdução durante seu tempo perdido.
Comentários de Fábio BETTINASSI
Pelo que parece a luz que os deixou “encandeados” trata-se de uma luz portadora ou atuando em conjunto com freqüências de microondas na faixa dos 2.9 Gigahertz, semelhante ao forno de microondas caseiro. Porque este espectro da freqüência eletromagnética está em sintonia com a molécula da água. Por isso, o forno esquenta somente alimentos que contenham água em sua composição e não metais ou plásticos, porém esquenta a madeira.