Estranhas marcas no solo em Pelotas

Com certeza a casuística aumentou nesta região no último ano.
E os casos aumentam a cada dia, depois da divulgação na mídia dos casos de Araraquara e Monte Azul Paulista, as pessoas voltaram a prestar atenção nos fenómenos que as cercam. O GPCU foi em busca das informações e iniciou suas pesquisas nas áreas em que manifestou-se o fenómeno, além de ouvir depoimentos de pessoas que afirmam ter visto os objectos. Marcas no solo aparecem em Pelotas RS Bairro Areal. Na manhã do dia 18 de Fevereiro de 2008, o Sr.Adão Pedra deparou-se com parte da vegetação, nos fundos da sua casa, deitada em alguns pontos.

Ao ser entrevistado pelos pesquisadores do G.P.C.U- Grupo de Pesquisas Cientifico Ufológicas, José Nussbaum e Rita Reis, afirmou não ter escutado nenhum ruído, nem visto nada de diferente naquela madrugada, apenas o latido excessivo dos cães da vizinhança. Durante a visita ao local, os pesquisadores do G.P.C.U constataram que de fato a vegetação estava deitada formando 3 círculos na plantação de juncos no banhado nos fundos da casa de seu Adão Pedra.

Estes círculos eram de tamanhos diferentes medindo aproximadamente entre 5,8 e 10 metros de circunferência irregular. Os Juncos estavam deitados no sentido sudoeste para nordeste e mantinham sua cor original por estarem ainda num local onde a água chega na altura dos joelhos, medição dos pontos cardeais estavam normais

Bairro Centro Além das marcas encontradas no bairro areal, foram fotografadas pelo Sr. Teodoro Machado Gonçalves, na Av Ferreira Viana , centro, dois círculos em uma área extensa alongada nos juncos do banhado atrás do prédio onde reside. Os pesquisadores estiveram no local que é de difícil acesso para levantamento de dados e constataram que, a vegetação encontra-se mais seca que a do bairro areal.

Apresenta-se também deitado na direcção sudoeste para nordeste, logo na entrada porém conforme a leitura da bússola a nível do chão, apresenta mudanças apontando o norte no oeste, sugerindo possível interferência eletromagnética. As marcas são irregulares variando na forma e tamanho. Nas demais marcas mais ao fundo foi constatado, que a vegetação mantinha a mesma características deitadas, mas desta vez em direcções diferentes.

Junto as arvores que cercam o banhado e dificultam o acesso de pessoas e animais, há uma área de aproximadamente 40 metros de comprimento x 5 metros de largura totalmente deitada, apos faz uma curva e se estende por 25 metros aproximadamente x 10 m de largura que termina em dois círculos, que medem aproximadamente 4 metros e estao com a vegetação deitada na direção sul.
Pesquisas feitas pelo G.P.C.U. Grupo de Pequisa Científico Ufológicas
Pesquisadores: Jose Carlos da Silva Nussbaum Júnior Rita Reis
Pesquisa ainda em andamento.

www.gpcu.bravehost.com/marcaspelotas.html