Estrela dançante em Braga

A bola de luz provocou-me uma dor de cabeça de tal forma dolorosa que eu levei as mãos à cabeça e fiquei arrasada com a luz, o peso da bola e o seu tamanho. Foi muito difícil suportar isso.

Após isso ter acontecido fui ver a estrela e esta tinha desaparecido do céu assim como todas as estrelas desapareceram e o céu ficou preto. Mais tarde só vi duas estrelas paralelas por cima da minha varanda e o céu estava preto. Depois disso vi uma bola de luz por cima de umas nuvens, eram cirros e a bola a mover-se da direita para a esquerda e da esquerda para a direita e andou também em linha recta, deu várias voltas por cima de mim. Era autónoma e movia-se com facilidade de cirro em cirro.

O céu continuava preto, sem estrelas e sem nuvens. Só as duas estrelas e a bola eram visíveis por cima de mim. Mas a estrela brilhante e vermelha que desapareceu no céu estava dentro da minha cabeça a oscilar e a dançar como um pêndulo.

Fiz uma mentalização e a bola era tão forte e grande que me doía só de a ver dentro da minha cabeça. Hoje de manhã, mais calmamente, mentalizei a estrela e passou-se o seguinte: Vi a estrela a dançar dentro da minha cabeça e continua a dançar lá dentro. É vermelha, gigante, e não cabe dentro da cabeça por isso me faz doer os ouvidos, os olhos e a cabeça por dentro. A sua luz é muito forte e devastadora. Ao ver essa luz gigante, bola gigante, uma palavra foi inscrita por cima da luz. E a palavra dizia: “MAL”

Voltei a fazer outra mentalização e a foi-me dito que não é bom o que vem dessa estrela. Que é “Mal e representa perigo para a humanidade”. “Que será uma catástrofe para a humanidade”.

“Que não vai acontecer este ano, mas que será brevemente e que já vem a caminho” Eu espero estar errada ao dizer isto. Mas a humanidade não tem como evitar isso! Eu não estou bem por ter acontecido isso.

Por isso não devem dar as boas vindas a essa estrela e tentem mentalizar para ver o que vos é dito sobre isso e se há hipóteses de salvar a humanidade.

Após ter enviado este texto a uma amiga abduzida e de lhe ter pedido para me dar a sua opinião sobre o assunto. Ela disse-me o seguinte e que transcrevo: “Existe uma estrela no céu que começou a aparecer à relativamente pouco tempo. Tenho visto essa estrela quase todas as noites. A sua estranheza dá-se pelo tamanho, cor e comportamento… não sei até que ponto seja estrela, cometa, meteorito ou algo mais estranho. Quando a vejo, fico com o coração apertado e a mente “ocupada” de pensamentos que me apertam a alma… Não sei dizer o que é… se é ovni ou natural. Mas não quero pensar muito sobre isso. Apenas peço que tenhas cuidado porque a nossa mente por vezes prega-nos grandes partidas e podemos facilmente cair em erro ou sermos enganados pela nossa mente.

Depois de ter lido a mensagem desta amiga abduzida, relativamente ao último período diria simplesmente que a nossa mente pode produzir fenómenos que nos parecem reais. O certo é que a mente viaja e produz por vezes imagens que não são a verdadeira realidade e a imaginação pode trair-nos com a maior das facilidades.

De qualquer modo, ter visto a estrela, que pelos vistos já mais pessoas a viram e a estranharam pela forma como se apresenta é uma realidade. Isso não é uma imaginação nem uma imagem produzida pela mente, mas um fenómeno constatado e visto por mais pessoas no céu à noite e particularmente vista a partir de pontos geográficos diferentes, nomeadamente zona centro e norte do país.

De que se trata verdadeiramente ainda não sei. A não ser que os meus desenhos tragam a mensagem do que de facto é essa estrela, esse ponto de luz dançante no céu à noite.

Mas que tenho tido visões que me deixam agoniada ao ponto de ficar com dores de cabeça, náuseas, vómitos, e completamente arrasada quando a vejo dentro da minha cabeça nas minhas mentalizações e meditações. A sua forma esférica, a sua cor vermelha sangue, a sua dimensão são o que despertam mais agonia no meu coração e na minha mente. Isso me faz sofrer de uma forma como nada fez antes.

A sua força, a sua presença, a sua aproximação me arrepia e me dá um frio no estômago só de pensar nela. A inscrição sobreposta nessa luz me dá um medo e uma sensação de pânico que me sufoca me atordoa e me deixa muito mal. Eu já vejo isto à sensivelmente seis anos e cada vez mais sinto que se aproxima.

Isto não é fruto da imaginação pois a estrela está a ser vista por muitas pessoas. Só peço a Deus que me ilumine, nos ilumine a todos e nos proteja e que eu esteja errada nesta apreciação. 31.08.2005 MLisa

Nota: Esta observação da M Lisa foi efectuada da seguinte maneira, eu (Luís Aparício) estava no chat com ela e falei-lhe da nossa estrelinha dançarina que costumamos ver nas nossas vigílias.

A M Lisa disse «tem graça que eu aqui em Braga vejo-a muitas vezes, espera aí que eu vou à varanda ver se existe alguma coisa do céu». A M Lisa, saíu da mesa, eu vi-a mesmo sair eu estava na minha casa em S. Pedro do Estoril e ela estava em Braga e estávamos utilizando o MSN e através da Webcam eu vi-a e ela via-me a mim.

Passado cerca de um minuto vejo chegar a M Lisa à secretária e colocar as mãos na cabeça com bastante força e achei aquilo estranho. Escrevi-lhe: “Tens alguma coisa na cabeça?” Ela aguardou mais um pouco e depois escreveu-me; estava uma estrela lá fora e ela mandou-me uma luz para a minha terceira visão no centro da testa e eu estou com uma grande dor de cabeça.

De imediato compus esta notícia alertando as pessoas de Braga para aquilo que se estava a passar, na tentativa de proporcionar um avistamento alargado a toda a gente de Braga. A M Lisa começou a dizer senti um pêndulo na cabeça a oscilar. Depois disto a M Lisa foi diversas vezes à janela mas as nuvens tapavam a tal estrela.

Em entrevistas que fiz a outras pessoas, posso dizer que já encontrei casos destes em que pessoas sentem que de uma luz à distância, vem uma luz e lhe bate na zona entre os olhos.

Maria Luisa Magalhães