Gado Mutilado na Argentina

Um dos animais foi encontrado na fazenda de Luís Garrone, no km 1.011 da estrada nacional nº 3. Como nas outras mutilações havia sido retirado o olho e a orelha direita e uma parte da mandíbula, assim como também lhes retiraram a língua e fizeram um orifício duns 20 centímetros de diâmetro na parte lateral do pescoço.
Os cortes efectuados foram feitos sempre a direito e pareciam queimados.

A polícia da Subcomissária de San Javier foram analisar a zona tendo também sido acompanhados por peritos legistas dos Serviços de Investigação forense criminalista, os quais fizeram algumas fotos e analisaram as redondezas assim como a vegetação circundante.

Também esteve um médico veterinário da polícia que apresentou uma versão dos acontecimentos totalmente oposta à imaginação popular, afirmando que a vaca não tinha sido morta por nenhum chupa cabras ou por extraterrestres, mas sim foi atacada por animais selvagens como doninhas, raposas e furões.

O irmão do proprietário Carlos Garrone, disse que nunca lá tinha visto nenhum desses animais, e não encontra explicação para esta mutilação.

Posteriormente a comitiva policial deslocou-se a outra zona chamada Cubanea, onde encontrou outro animal nas mesmas condições.
http://www.noticiasnet.com.ar/d05_08_05_pagina_2b.htm