Gente que retorna do fututo

Os apocalípticos acham que são seres do mal. Outros consideram que os aliens são neutros e viriam à Terra fazer experimentos científicos.

Roberto Jayme

Bongiovanni: civilizações reveladas pela Virgem
Um dos personagens do caso Roswell, Jesse Marcel Júnior, filho do coronel que achou os destroços de um suposto acidente com uma nave de ETs, veio a Brasília para dar seu testemunho. Na madrugada do incidente, seu pai teria mostrado a ele e a sua mãe partes do possível disco voador. Hoje, aos 61 anos, o médico Jesse Marcel não acredita em seres extraterrestres. “Preciso ver para crer”, diz.

O carioca Elias Seixas, 54 anos, contou que em 1980 foi sequestrado por ETs perto da cidade goiana de Conceição do Araguaia. Dentro do disco voador, os extraterrestres tiraram sêmen e sangue de Elias. Ao voltar para a Terra, não se lembrava de nada. Uma sessão de hipnose o fez lembrar de tudo. “Colocaram um capacete na minha cabeça por onde eu via cenas eróticas. No pênis, havia um aparelho cilíndrico que provocava ereção”, lembra. Geraldo Bichara é pioneiro em experiências com ETs na região de Varginha (MG). Em 1962, teria sido abduzido por extraterrestres.”Da parede da nave saiu um instrumento como tetas de vaca e pressionou minha cabeça. Perdi a consciência”, delira Bichara.

Hipotéticos sequestros de humanos feitos por ETs são o campo de pesquisa do americano Derrel Sims, 48 anos. Sims trouxe para o fórum materiais supostamente tirados de pessoas abduzidas por aliens. Alguns ufólogos jogaram baldes de água fria em teorias malucas. Na opinião do russo Boris Chourinov, 61 anos, que estava no fórum com o cosmonauta da Mir, Alexandr Balandine, as correntes não-científicas devem ser desconsideradas. “O que não é ciência, é paranormalidade e isso ninguém explica”, raciocina Chourinov. Só mesmo os fenômenos paranormais podem explicar as estranhas chagas no corpo do italiano Bongiovanni. Ele conta que há oito anos, em Portugal, a Virgem Maria teria lhe revelado o terceiro segredo de Fátima e pedido a ele que o divulgasse: o de que um grande castigo abaterá a Terra na segunda metade do século XX, com fogo, fumaça e vapor. Maria teria lhe dito que o cosmo está habitado por outras civilizações além da humana.

Os ufólogos perceberam pontos pacíficos: não há dúvidas da existência de discos voadores, o número de aparições de Ovnis tem aumentado e também vêm crescendo os casos de sequestros. O que mais uniu os conferencistas foi a vontade de que os governos reconheçam a ufologia como ciência.

Publicado por ISTOÉ em 17 de dezembro de 1997.