Grande Ovni em Lisboa

É bem visivel que este objecto é composto por duas partes, sendo também essa a opinião de outras testemunhas

Para meu espanto e da minha mãe que me acompanhou a meu pedido, vi uma forma oval muito luminosa, com luz própria, a pairar no céu.
Constatei que não se encontrava na zona de Campo de Ourique (devia ter-se deslocado entretanto), mas sim mais próximo de Monsanto.
Levei a minha máquina digital para tirar fotos e consegui tirar 4 fotos, as quais envio juntamente com este relato.
Conforme referi acima, o objecto era oval, com luz própria.
A luz era amarelada e muito brilhante.

Estava posicionado na direcção sudoeste a uns mil metros de altura.
O céu na área onde estava o ovni estava limpo havendo algumas nuvens esbatidas perto do horizonte e outra bem perto á direita.
Alguns minutos depois do início da observação, vimos sair da parte de cima do ovni, uma luz mais pequena e mais esbatida que por vezes cintilava com uma luz verde.
Esse ovni mais pequeno subiu na vertical, para o lado direito, alguns metros e depois mudou para uma rota obliqua á linha do horizonte mas sempre a subir em altura.

A luz verde continuou a piscar e depois desapareceu numa área de céu que estava limpa (sem nuvens).
Um minuto ou dois, surge um avião vindo da direcção do aeroporto da Portela de Lisboa.
Esse avião seguia uma rota na direcção da área onde o ovni se encontrava.

Quando o avião chegou perto do ovni, notou-se perfeitamente uma mudança na sua intensidade luminosa, ou seja, com a aproximação do avião, o ovni diminuiu de intensidade mas manteve sempre a sua posição.

Com o afastamento do avião, o ovni voltou á sua intensidade inicial.
Por fim, viemos embora.
Quanto ao tamanho do ovni em relação a um braço esticado:
De comprimento tinha 3 dedos e meio e de altura tinha dois dedos aproximadamente.
O avião em relação ao objecto era mais pequeno…tinha de comprimento 2 dedos e meio.
O avião passou entre mim e o ovni. Não sei se estava mais perto de mim ou se estava mais perto do ovni.
O certo é que o avião era mais pequeno…
A duração do avistamento foi de 15 minutos.

Carla Batista – Lisboa 2005/10/20 – 20.40 horas

_____________________________________________________

O autor deste alerta chama-se Luis Beja e junta aqui a descrição daquilo que viu.

Dia 20 Outubro, deslocavava-me no final da rua Marquês da Fronteira, já na zona de Campolide, relativamente perto da praça de Espanha á minha direita e atrás). Eram 19h30 quando reparei numa luz invulgarmente brilhante e “gorda”.
Algo me chamou a atenção naquela enorme luz que me parecia estática no céu (com luz própria). Percebia-se perfeitamente que não estava ao nível da altura das estrelas.
O céu estava limpo. Naquele momento não tinha nenhuma camera, ou maquina fotográfica, então telefonei para o José Varela, seguindo para o Sr.Luis Aparicio, dizendo-me que iria contactar Carla Baptista. Ainda estive ali algum tempo mais, até que me fui embora ás 20h00 (mantendo-se estática no céu a luz).

Referi “gorda”, é que a tal luz para além da sua dimensão, a certa altura, não parecia homogénia, pareceu-me em transformação. Aparentou-se-me esse efeito. fui-me embora ás 20h00, e só voltei a passar no mesmo local ás 21h00 e já não havia nada nessa area do céu.

Que este exemplo sirva para mostrar no caso de avistamento, não tendo uma camera á mão, deve-se dar um alerta de imediato durante o avistamento, a outras pessoas a fim de possibilitar um relato sólido baseado em provas fotográficas por parte de várias pessoas e inumeras testemunhas.
Luis Beja