LUZ ESTRANHA EM CASCAIS E MONTE ESTORIL

Às seis da manhã essa luz já lá não estava e era bem diferente daquela luz que os holofotes do Casino do Estoril, costuma projectar.

Essa luz também foi presenciada pelo nosso colaborador Abel Moreira que nos relata que estavam 18 graus de temperatura nessa altura que ele presenciou às 01,30 de quinta-feira.

Na segunda-feira seguinte contactei muitas pessoas do Monte Estoril e ninguém tinha reparado naquela luz imensa que tinha estado no céu, falei com taxistas, com diversos empregados de

pastelarias, com a GNR de Monte Estoril, falei também com a Polícia Marítima de Cascais e ninguém viu nada.

Quando eu estava na Capitania de Cascais, um dos Policias disse-me que há pouco tempo tinha sido chamado para observar uma luz sobre o mar que se oscilava a uma certa altitude do mar e que ele Policia Marítimo nunca tinha visto, nada assim e para mais às tantas da noite, na direcção Poente. Igualmente estive a falar com os taxistas de Cascais e ninguém tinha visto nada

Como soube desta luz

Posso aqui contar a história como é que soube desta luz no céu. Estive a falar ao telefone com uma senhora abduzida de Évora das 19.30 às 20,00 horas e depois das 21 às 21.30 horas. Por brincadeira tinha dito a esta senhora ‘”olhe diga lá a eles que eu também os quero ver e ir passear com eles, referindo-me ao conjunto de seres que abduzem esta senhora de Évora”‘ esta senhora chamada Maria Eva disse-me “isso não bem assim, eles aparecem quando bem entendem” e eu retorqui que estava a brincar com a situação.

Logo de imediato após a nossa conversa, fui deitar-me e começei a sentir uma vibração muito fora do normal em todo o corpo. De imediato os cães da minha vizinha de baixo começaram a ladrar muito.

Aí eu fiquei alarmado e algo dentro de mim dizia-me:

Se te levantares vais perder estas boas vibrações, mas poderás ir lá fora ver algo fora do comum.

Optei pela segunda hipótese, abri a janela da cozinha e vi aquele espectáculo celeste parecia um candeeiro oval gigante a iluminar as nuvens por cima, até parecia que foi posicionar-se mesmo em frente a minha janela para ser fotografado. Fui de imediato buscar a minha máquina e fiz algumas fotos e tive o cuidado de também voltar lá às 6 horas de quinta já lá não estava nenhuma luz.


A máquina fotográfica que utilizei é uma digital Fugifílm F601, mostra uma mancha no céu, foi tirada em modo automático. O ficheiro que a suporta ocupa l.OOMB e é difícil de ser tratado sem perder enormes qualidades, portanto é difícil mostrar todas as qualidades, já que o original não as possui, devido a ter sido de noite. Necessitaria de ter sido fotografado com um tripé e em modo nocturno

O que é que seria aquilo, realmente nunca vi nada assim, parecia um imenso farol a iluminar o céu completamente carregado de nuvens, ou será que as nuvens foram ali colocadas como um disfarce para aquela luz ali estar?

Micro Maremoto no Estoril e Trafaria

Passados 8 dias na quarta-feira seguinte houve algo invulgar na nossa costa e duma forma local, um micro maremoto aconteceu a meio da manhã afundando alguns barcos na Trafaria e provocando enorme ondulação na costa de Cascais, Estoril e S.Pedro. Será que aquela luz que apareceu no céu 8 dias antes era um aviso, tal como aconteceu no Sri Lanka, na Indonésia e em outros países, com o aparecimento de ovnis que se deslocavam lentamente no céu de dia, como que avisando da possibilidade do aparecimento de algo, antes de maremoto de 26 de Dezembro de 2004.

Luz fora do Normal em Lisboa

Não deixa de ser curioso que também em 4 de Dezembro de 2004, quando nós APO, saíamos da nossa reunião no Comfort Hotel Principe, cerca das 23 horas também estava no céu uma luz que parecia vir de cima. Estas informações foram-me prestadas pela nossa colaboradora Cristina Silva e Abel Moreira. A Carla Batista relatou-me que os semáforos estavam avariados e na zona do Rego não havia luzes nas ruas. .

O mais estranho no meio disto tudo é eu estar a escrever sobre mim, quando o normal é eu escrever sobre os outros.

Luís Aparício

S. Pedro do Estoril