Nuvem muito rápida

A Força Aérea disse que foram enviados caças SU-27, no enclave de Kaliningrado, depois do radar detectar uma luz plana vinda da Lituânia e Polónia. O comando da esquadra aérea do Báltico e militares da Lituânia e Polónia mais tarde revelaram que o intruso era uma nuvem fina que estava a ser empurrada por um vento forte. O serviço de relações públicas disse que os pilotos aproximaram-se do intruso para o forçar a sair do espaço aéreo Russo ou então fazê-lo aterrar.
Um exame mais de perto revelou que era uma nuvem ou uma luz plana e vinha da Lituânia, disse o relações publicas da Força Aérea. A Associated Press cita um militar Lituano Ricardas Uzelka que na quarta-feira disse que as autoridades Liutuanas tomaram conhecimento deste incidente na fronteira, tendo afirmado que nenhum avião Russo atravessou a fronteira e nenhum avião Lituano entrou no enclave de Kaliningrado.
È de notar que neste momento a Lituânia é já parte da União Europeia.
http://www.mosnews.com/news/2005/01/27/dangerouscloud.shtml