Ovni sobre Kioto

“… Eram 9:05 a.m. e o céu estava completamente limpo.

Quando olhei, pareceu-me ter a textura de uma nuvem com algo colorido em cima ou num dos lados superior.
Esteve estático o tempo todo, isto é, o tempo que estive a observar. Cerca de 5-10 minutos máximo.

Já indaguei o departamento de meteorologia do Japão e descartaram o balão meteorológico.
Usei uma Cybershot T-10 com máximo pixels (7,2)…”, segundo as palavras do Sr. Pedro Santos.

Fizemos uma análise à foto aplicando alguns filtros, zoom e melhoramento de imagem, obtendo as seguintes conclusões:

– Não é balão (poderia ser mas a forma está invertida o que é impossivel segundo os processos de flutuação dos gases).

– O objecto foi observado pela testemunha que o enquadrou perfeitamente no seu campo de visão.

– Não é sujidade nas lentes ou outro fenómeno do tipo insectos ou pássaros e pelos motivos anteriores.

– O objecto estava parado, pois não apresenta efeitos de “blur”.

– Segundo o filtro de focagem o objecto não é bem uniforme, podendo ser uma pequena nuvem.

– A ser uma nuvem, não coincide com a textura e cor das núvens abaixo.

– Pode ser um fenómeno natural ou artificial, provocado por vapor de água ou outro gás qualquer que se tenha concentrado naquela forma.

– Pode ser um aparelho voador de origem desconhecida.

– Seriam necessárias mais fotos com intervalos de tempo diferentes para averiguar se o objecto mudava de forma e se seria sólido ou se teria algum suporte sólido por trás daquela aparência.

Portanto e resumindo, ou é um efeito raro e surpreendente de algum gás ou vapor na atmosfera, ou é mesmo um OVNI ou outro qualquer tipo de fenómeno aéreo não identificado (FANI).

Foi feito ainda um pequeno video que sustenta esta observação.

Disse-nos o Pedro Santos destas fotos:
A primeira impressão que tive é que era Lua, mas descartei no segundo seguinte. E porque tive essa sensação?
O contraste que a Lua faz quando está céu limpo. O colorido que tinha era mais do lado superior direito mas muito esbatido.
Cerca de 20-30 minutos depois, voltei a olhar mas de outra posição, e aquilo que vi, manteve-se estático no mesmo sitio.
Não detectei nada diferente da 1ª vez, talvez por isso não tenha tirado mais fotos. Mais tarde de outra posição quando olhei verifiquei que já não estava nada.
Tinha curiosidade em desvendar este caso.