Proxima Palestra dos Navegantes


No século XX existe menção de um foragido à prisão no Brasil que se refugiou numa gruta e viveu entre pessoas que o acolheram até que a sua pena ultrapassou o prazo. Ainda no Brasil outros relatos fidedignos já levantam um pouco do véu do convívio pacífico com os intraterrenos.

Vivemos no mesmo barco e só a edificação conjunta dos facianos e dos intraterrenos, leva à tão almejada passagem vibracional do nosso planeta.
Diversos homens tentaram ao longo dos anos demonstrar uma outra estrutura do nosso planeta, desde o Inglês Halley, o Tibetano Lobsang Rampa aos nossos Portugueses Fernando Oliveira e Hugo Rocha.

O percurso de muitos outros é necessário ser analisado e verificado.
Muitas lendas existem em Portugal, com as luzes da Caniceira, as bolas das luzes nas minas de São Domingos onde os mineiros fugiam à frente delas. No Brasil são conhecidas como as mães de ouro.

Analisar a estrutura do nosso planeta segundo uma visão realista e não dogmática, é outro do caminho que ao longo desta palestra vamos tentar analisar. Por fim propor um novo modelo para a Terra, perante os dados apresentados.
Sabemos que este é um tema profundamente difícil de tratar, mas há que forçar, e por em marcha novas e velhas ideias.
Chegará o dia em que teremos de ter o máximo cuidado com aquilo que fazemos à superfície para não perturbar os nossos vizinhos da cave.

Palestrante Luís Aparício

Começou em 1979 a interessar-te pelos mundos intraterrenos, quando fez parte do CECOP-Centro de Estudos Cosmológicos e Parapsicologicos, mais tarde veio a integrar a APPO-Assoc. Portug. Pesquisa Ovni e actualmente faz parte da APO (www.apovni.org)
Fez ao longo destes anos uma recolha do que se comenta em Portugal e no resto do Mundo sobre esta temática que poderá revolucionar a vida deste planeta. .

Contribuição sugerida para o aluguer da sala: 5 ovnis