Temperatura em Marte parece estar aumentando

Cientistas da Nasa disseram nesta terça-feira que os registros parecem apontar para o fato de que Marte é mais ativo do que se pensava.

As fotografias enviadas pela missão mostraram a presença de dois barrancos que há três anos não existiam, em uma duna de areia do planeta, afirmou Michael Meyer, chefe do programa de prospecção marciana da Nasa.

– Ver barrancos novos e outras mudanças na superfície de Marte em um prazo de poucos anos nos indica um planeta mais ativo e dinâmico – disse Meyer.

Outras fotos mostram que em um prazo de dois anos rochas de grandes dimensões caíram por uma costa, o que poderia ser um indício de atividade sísmica.

O clima do planeta também poderia estar se tornando mais quente, segundo o principal investigador da câmera Mars Orbiter, instalada no Surveyor, Michael Malin.

As imagens, que evidenciam as mudanças na superfície marciana entre 1999 e 2005, tornam clara uma diminuição dos depósitos de dióxido de carbono perto do pólo sul do planeta.

Essa redução foi uma constante nos últimos três verões do planeta, o que parece apontar para um aquecimento do clima.

A nave Mars Global Surveyor chegou à órbita marciana em setembro de 1997, inicialmente para uma missão de um ano, embora a mesma tenha sido prolongada até 2006. Segundo Meyer, o programa conta com infra-estrutura técnica para continuar inclusive por mais tempo.