Venda Nova, nave solicitada

Tento fotografar o objecto com a minha compacta de 35mm (rolo de 100 ASA), mas infelizmente estava demasiado escuro para imprimir algo no negativo.

Durante a fotografia, o “carro” azul ficou semi de perfil, como que a fazer pose para eu poder fotografar.

Depois, e sem fazer ruído ou trepidação, desceu devagarinho para trás de uns prédios lá mais à frente e eu fiquei imenso tempo à espera de o ver subir novamente para os céus, só que em vão.

Corpo de luz azul brilhante mas que não ofusca com farol trazeiro vermelho

Só sei que durante 3 dias não falava de outra coisa e até fiquei com a alcunha de “O Maluco” na escola e um professor até me mandou para a rua com falta a vermelho, pois achou um verdadeiro disparate. O local do avistamento foi na Venda Nova, junto às Portas de Benfica, em Lisboa. O avistamento foi às 23h44 do meu relógio. Tinha na altura 15 anos e estava no 10º ano do curso Tecnológico de Informática, na Escola Sec. D. Pedro V. Tenho agora 28 anos de idade.

Durante anos sonhei com OVNIS e que ia lá para dentro deles e sentia-me fascinado e com uma ansiedade e medo ao mesmo tempo que maravilhado. E, nos sonhos, corria, corria, não sei se atrás, se a fugir deles. Ainda hoje tenho alturas em que sonho com OVNIS, a partir dessa data do avistamento e o sentimento é sempre o mesmo.

João Silva vive actualmente em São Martinho do Porto. Perante este acontecimento sentiu-se assustado e ao mesmo tempo admirado, sentiu-se também maravilhado com aquele espectáculo, agradecido por terem correspondido ao seu pedido de ver algo assim e desapontado por ser tão pouco o avistamento.
João Silva